Jornal do Brasil

Terça-feira, 16 de Setembro de 2014

País

MTST ocupa terreno na zona oeste de São Paulo

Agência Brasil

O Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST) ocupou na madrugada de hoje (21) um terreno na Vila Praia, região do Morumbi, zona oeste paulistana. Segundo o movimento, cerca de 600 famílias estão no local. Durante a tarde, os militantes ainda trabalhavam na montagem dos barracos feitos de lona, plástico, arame e bambu.

A Polícia Militar (PM) informou que aproximadamente 200 pessoas entraram no terreno pouco depois da meia-noite e que não tem informações sobre o proprietário da terra.

De acordo com o comunicado divulgado pelos sem-teto, a ocupação é uma reação à especulação imobiliária que tem inflacionado os custos da habitação na região. “[É] uma das regiões de São Paulo onde a especulação imobiliária se alastra como epidemia, tendo efeitos perversos como o aumento desenfreado e abusivo dos aluguéis levando expulsão de famílias inteiras para outros bairros com menos estrutura.”

O MTST alega que a área está abandonada “há décadas”. “Com a ocupação, enfim o terreno cumprirá sua função social de acordo com a Constituição e fará justiça às famílias da região que tiveram seu direito à moradia digna relegado”, declara o movimento, em nota. Ainda segundo o texto, a região é um exemplo de desigualdade social, onde coexistem “prédios com apartamentos que valem em torno de R$ 800 mil e comunidades com pouca infraestrutura como Olária, Viela da Paz e Vila Praia”.

Na última quarta-feira (18), cerca de 3 mil militantes do MTST, segundo estimativa da PM, saíram em passeata pela Avenida 23 de Maio até a sede do Sindicato Habitação de São Paulo (Secovi). Os manifestantes reivindicavam urgência na votação do Plano Diretor e a construção de moradias populares na área da Copa do Povo, em Itaquera, zona leste.

Tags: manifestação, protesto, sem terra, sem teto, SP

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.