Jornal do Brasil

Quarta-feira, 27 de Agosto de 2014

País

Movimento Passe Livre inicia manifestação em SP

Agência Brasil

Exatamente um ano após ter conseguido barrar a elevação nos preços do transporte público da capital paulista, o Movimento Passe Livre (MPL) faz na tarde de hoje (19), uma manifestação na Avenida Paulista reivindicando a tarifa zero. A intenção dos organizadores é, em passeata, se deslocar até a Marginal Pinheiros, onde pretendem realizar uma festa.

“'O objetivo é comemorar um ano que a gente conseguiu reverter o aumento da tarifa e já apontar para o que a gente quer, que é a tarifa zero, não existir tarifa. E há a ideia de se fazer uma festa no final. A meta é  chegar na Marginal Pinheiros e fazer uma festa popular, onde todo mundo possa entrar, que tenha Festa Junina, jogo de futebol, ao contrário das Fan Fests da Fifa, dos estádios”, destacou Marcelo Hotimsky.

Na concentração do ato, na Praça do Ciclista, ainda não havia uma estimativa, por parte da polícia. A intenção do movimento é reunir 5 mil pessoas no evento batizado de Não Vai Ter Tarifa - Ato na Copa do Mundo pela Tarifa Zero.

“A gente está querendo muito fazer esta festa, estamos querendo muito parar a marginal e, neste sentido, se acontecer confronto não tem como eles [a polícia] dizerem que a gente estava querendo ir para o estádio, atrapalhar jogo. Está avisado desde o começo”, ressaltou Hotimsky sobre eventual confronto entre os manifestantes e a polícia por conta da interrupção do tráfego na Marginal.

Há exatamente um ano, em 19 de junho de 2013, o prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, e o governador do estado, Geraldo Alckmin, anunciaram, após intensas manifestações na capital paulista, que haviam abdicado do aumento de R$ 0,20 que seria aplicado nas tarifas dos ônibus do transporte público e do metrô de São Paulo.

Tags: catracas, Centro, coletivos, manifestação, ruas, SP

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.