Jornal do Brasil

Segunda-feira, 24 de Novembro de 2014

País

Manaus: secretários e vereadores vão devolver dinheiro de ingressos da Copa

Agência Brasil

Os secretários municipais, servidores da prefeitura e vereadores de Manaus que receberam do Poder Executivo local ingressos para assistir aos jogos da Copa do Mundo marcados para a capital amazonense terão de devolver aos cofres públicos o valor correspondente aos bilhetes.

Cada um dos 22 secretários da administração direta e indireta recebeu oito ingressos – um par para cada uma das quatro partidas disputadas em Manaus. Vários gestores também foram beneficiados pela iniciativa da Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos (Manauscult), que adquiriu 544 ingressos da Fifa. Para justificar a despesa, a fundação alegou estar investindo em “promoção turística”.

A Secretaria Municipal de Comunicação informou que todos os contemplados terão de depositar o valor correspondente na conta bancária da prefeitura. O controle do reembolso ficará a cargo da própria Manauscult.

Os 41 vereadores também concordaram em ressarcir os cofres públicos pelos ingressos que receberam na semana passada. Cada parlamentar deverá depositar o dinheiro na conta da prefeitura e apresentar o comprovante de depósito. Os valores a serem ressarcidos por cada um dependem da localização dos assentos.

Segundo a secretaria, a proposta inicial da Manauscult era convidar jornalistas e profissionais de outros estados para visitar a cidade, conhecer a Arena Amazônia e o potencial turístico local. Os ingressos, no entanto, só foram entregues no dia 11 deste mês, véspera da abertura do Mundial, e a apenas três dias do primeiro jogo em Manaus.

Ainda de acordo com a secretaria, o prazo exíguo, a falta de vagas em hotéis e a dificuldade de conseguir passagens aéreas de última hora acabaram inviabilizando a iniciativa. Por isso, o diretor-presidente da Manauscult, Bernardo Monteiro de Paula, decidiu distribuir os ingressos entre as autoridades municipais que contribuíram para que a cidade seja uma das sedes do mundial.

“O Bernardo Monteiro de Paula, que é muito competente, agiu com boa intenção, mas foi um pecadilho da administração. Fizemos uma reunião e foi decidido que o dinheiro dos ingressos vai ser ressarcido, como manda o manual do tratamento da coisa pública. Os ingressos que foram destinados aos vereadores também terão recursos ressarcidos para a administração municipal", garantiu o prefeito, Arthur Virgílio Neto.

Tags: Amazonas, Devolução, entradas, estádios, mordomias

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.