Jornal do Brasil

Quarta-feira, 30 de Julho de 2014

País

Manifestação contra a Copa termina com 11 detidos em Curitiba

Agência Brasil

Em Curitiba, 11 pessoas foram detidas por vandalismo e depredação do patrimônio público no protesto que ocorreu nas proximidades da Arena da Baixada, onde se enfrentaram as seleções do Irã e da Nigéria. A informação é do Centro Integrado de Comando e Controle Regional do Paraná. Aproximadamente 200 pessoas participaram da manifestação.

O protesto começou pacífico no centro de Curitiba, na Boca Maldita. De lá, os ativistas se dirigiram à Arena da Baixada. Antes de se aproximarem do estádio foram impedidos de avançar pelo bloqueio policial que cercava o local. Não houve confrontos.

Um grupo decidiu voltar ao centro. No caminho, quebraram vidraças, picharam um ônibus e um muro com a frase "Fifa, go home - Fifa, vá para casa".

O ato foi organizado pela internet. "Este é um momento decisivo para o povo. Ou somos coniventes ou somos combatentes quanto à Copa do Mundo no Brasil", dizia a descrição do evento Não Vai Ter Copa, que teve 2,6 mil confirmações no Facebook.

A intenção dos manifestantes era mostrar a indignação com a organização do Mundial, com ênfase nas remoções de famílias para dar espaço às grandes construções e nas mortes em acidentes de trabalho em canteiros de obras da Copa: três em São Paulo, quatro em Manaus, uma em Brasília e uma em Cuiabá.

Tags: 2014, brasil, manifestações, Mundial, protestos

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.