Jornal do Brasil

Sexta-feira, 19 de Setembro de 2014

País

Dilma: Copa dura apenas um mês; benefícios ficam para toda a vida

Agência Brasil

A presidenta Dilma Rousseff ressaltou que as obras feitas em todo o país, principalmente nas 12 cidades-sede, não são exclusivas para a Copa do Mundo, mas para benefício dos brasileiros. “Para qualquer país organizar uma Copa é como disputar uma partida suada e, muitas vezes, sofrida, com direito a prorrogação e disputa nos pênaltis. Mas o resultado e a celebração final valem o esforço.”

Ela lembrou que o Mundial antecipou obras e serviços que já estavam previstos no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). “Tenho repetido que os aeroportos, os metrôs, os BRTs [Bus Rapid Transit] e os estádios não voltarão na mala dos turistas, ficarão aqui beneficiando todos nós. Uma Copa dura apenas um mês. Os benefícios ficam para toda a vida.”

No programa semanal Café com a Presidenta de hoje (16), que trouxe o pronunciamento em rede nacional de rádio e TV da semana passada, Dilma deu boas-vindas aos turistas que chegaram ou que ainda vão chegar para acompanhar os jogos.

“Em nome do povo brasileiro, saúdo a todos que estão chegando para esta que será também a Copa pela paz e contra o racismo. A Copa pela inclusão e contra todas as formas de violência e preconceito. A Copa da tolerância, da diversidade, do diálogo e do entendimento. O Brasil, como Cristo Redentor, está de braços abertos para acolher todos vocês.”

Ao final, a presidenta mandou uma mensagem de otimismo à seleção brasileira. “Meus queridos jogadores e querida comissão técnica, debaixo da camisa verde e amarela, vocês materializam um poderoso patrimônio do povo brasileiro. A seleção representa a nacionalidade, está acima de governos, de partidos e de interesses de qualquer grupo. Por isso, merecem que um dos legados desta Copa seja também a modernização da nossa estrutura do futebol e das relações que regem nosso esporte. O povo brasileiro ama e confia em sua seleção. Estamos todos juntos para o que der e vier.”

Tags: brasil, Copa, legado, Mundial, presidente

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.