Jornal do Brasil

Sábado, 25 de Outubro de 2014

País

"Não vou me deixar abater", diz Dilma sobre xingamentos

Jornal do Brasil

Nesta sexta-feira (13), dia seguinte à abertura da Copa do Mundo na Arena Corinthians, quando foi xingada no estádio, a presidente Dilma Rousseff respondeu às ofensas afirmando que não se abala, nem se abalará com agressões verbais. Dilma fez o pronunciamento durante inauguração de obras de mobilidade urbana em Brasília.

“Não vou me deixar perturbar por agressões verbais. Não vou me deixar atemorizar por xingamentos que não podem sequer ser escutados pelas crianças e pelas famílias”, disse, sendo fortemente aplaudida pelo público. 

>> Os xingamentos a Dilma e a falta de civilidade da elite

Dilma durante cerimônia de inauguração da 1ª etapa do BRT Expresso DF Eixo Sul
Dilma durante cerimônia de inauguração da 1ª etapa do BRT Expresso DF Eixo Sul

Dilma lembrou que em sua história sofreu agressões mais graves e que isso não a abalou. “Na minha vida pessoal enfrentei situações do mais alto grau de dificuldade”, disse Dilma, referindo-se ao período em que foi presa e torturada pelo regime militar. “Suportei não agressões verbais, mas agressões físicas, quase insuportáveis. E nada me tirou do caminho que trilhei para mim mesma. Quero dizer para todos, não serão xingamentos que vão me intimidar, não me abaterei por isso”, disse.

Dilma disse ainda acreditar que as atitudes dos presentes na Arena Corinthians não representa o povo brasileiro. “O povo brasileiro não age assim, não pensa assim e não sente o que esses xingamentos expressam. O povo brasileiro é civilizado, é extremamente generoso e educado.”  E completou: “Podem contar que isso não me enfraquece.”

Tags: arena, brasil, Copa, dilma, estádio, xingamento

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.