Jornal do Brasil

Terça-feira, 23 de Dezembro de 2014

País

Museus da Praça dos Três Poderes reabrem com adaptações para acessibilidade

Agência Brasil

Fechados há quase dois meses, os museus que integram o Centro Cultural da Praça dos Três Poderes, em Brasília, foram reabertos hoje (11). O Espaço Lúcio Costa, o Museu Histórico da Cidade, e o Panteão da Pátria e da Democracia, passaram por reformas, que incluíram adaptação dos espaços para garantir acessibilidade.

O Espaço Lúcio Costa, onde o visitante pode ver uma grande maquete de Brasília, com famoso formato de avião do Plano Piloto –  além de fotos históricas da época da construção da cidade –,  passou por uma grande limpeza, reformas nos banheiros e ganhou um elevador para cadeirantes nas escadarias que dão acesso ao local.

O Museu Histórico da Cidade, que tem grafadas nas paredes frases de grandes personagens que fizeram parte da história de Brasília, como o arquiteto Oscar Niemeyer e o ex-presidente Juscelino Kubitschek, também passou por uma limpeza geral. No local, está disponível uma carrinho motorizado pessoas com deficiência.

No Panteão da Pátria e da Democracia, que leva o nome de Tancredo Neves, o visitante pode conhecer parte da história do ex-presidente, eleito na transição do regime militar para a democracia, e morto em abril de 1985, antes de tomar posse. O prédio recebeu uma plataforma para cadeirantes, que dá acesso ao segundo andar. Além disso, o Panteão também passou por limpeza e revitalização. 

As reformas têm o objetivo de ampliar a capacidade dos espaços para receber um maior número de visitantes, a começar pelo período da Copa do Mundo, que começa amanhã (12).

Todos os equipamentos serão operados por técnicos do Espaço Cultural. As plataformas tem capacidade para 250 quilos e o carrinho motorizado, para 200 quilos. A Praça dos Três Poderes é rodeada pelo Congresso Nacional, pelo Palácio do Planalto, sede do Executivo, e pelo Supremo Tribunal Federal. O conjunto arquitetônico é um dos mais importantes da capital.

Tags: acessos, Brasília, culturais, espaços, reabertura

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.