Jornal do Brasil

Domingo, 21 de Setembro de 2014

País

Museus da Praça dos Três Poderes reabrem com adaptações para acessibilidade

Agência Brasil

Fechados há quase dois meses, os museus que integram o Centro Cultural da Praça dos Três Poderes, em Brasília, foram reabertos hoje (11). O Espaço Lúcio Costa, o Museu Histórico da Cidade, e o Panteão da Pátria e da Democracia, passaram por reformas, que incluíram adaptação dos espaços para garantir acessibilidade.

O Espaço Lúcio Costa, onde o visitante pode ver uma grande maquete de Brasília, com famoso formato de avião do Plano Piloto –  além de fotos históricas da época da construção da cidade –,  passou por uma grande limpeza, reformas nos banheiros e ganhou um elevador para cadeirantes nas escadarias que dão acesso ao local.

O Museu Histórico da Cidade, que tem grafadas nas paredes frases de grandes personagens que fizeram parte da história de Brasília, como o arquiteto Oscar Niemeyer e o ex-presidente Juscelino Kubitschek, também passou por uma limpeza geral. No local, está disponível uma carrinho motorizado pessoas com deficiência.

No Panteão da Pátria e da Democracia, que leva o nome de Tancredo Neves, o visitante pode conhecer parte da história do ex-presidente, eleito na transição do regime militar para a democracia, e morto em abril de 1985, antes de tomar posse. O prédio recebeu uma plataforma para cadeirantes, que dá acesso ao segundo andar. Além disso, o Panteão também passou por limpeza e revitalização. 

As reformas têm o objetivo de ampliar a capacidade dos espaços para receber um maior número de visitantes, a começar pelo período da Copa do Mundo, que começa amanhã (12).

Todos os equipamentos serão operados por técnicos do Espaço Cultural. As plataformas tem capacidade para 250 quilos e o carrinho motorizado, para 200 quilos. A Praça dos Três Poderes é rodeada pelo Congresso Nacional, pelo Palácio do Planalto, sede do Executivo, e pelo Supremo Tribunal Federal. O conjunto arquitetônico é um dos mais importantes da capital.

Tags: acessos, Brasília, culturais, espaços, reabertura

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.