Jornal do Brasil

Terça-feira, 2 de Setembro de 2014

País

Graça Foster fala pela quarta vez no Congresso sobre refinaria

Jornal do Brasil

A CPI Mista da Petrobras começou a ouvir a presidente da Petrobras, Graça Foster. Esta é a quarta vez que ela vai ao Congresso para esclarecer a compra da Refinaria de Pasadena, nos Estados Unidos, além de outras denúncias contra a estatal. Entre elas, a de superfaturamento nas obras da Refinaria de Abreu e Lima, em Pernambuco.

Graça Foster depôs à CPI da Petrobras exclusiva do Senado no final de maio. Na ocasião, disse que o negócio Pasadena não foi bom para a estatal. Explicou que apesar de fazer parte de uma estratégia da Petrobras à época de expansão para o exterior, o investimento foi ruim.

"É fato e os números mostram hoje: não foi um bom negócio. No futuro próximo, é possível que haja melhorias, mas não seria feito novamente com as projeções e estratégias atuais", disse.

O presidente da CPMI, senador Vital do Rêgo (PMDB-PB), afirmou que a votação dos 375 requerimentos ainda não analisados será feita na próxima reunião administrativa do colegiado, na próxima semana. O dia e o horário da reunião ainda não foram anunciados.

Segundo o vice-presidente da comissão, senador Gim (PTB-DF), já foram aprovados 237 requerimentos.

Além da convocação de Foster, a comissão expediu outros 75 ofícios. Entre eles está a solicitação ao Supremo Tribunal Federal para compartilhar as informações e a documentação da operação Lava Jato. A comissão também pediu que o Tribunal de Contas da União e a Polícia Federal cedam dois servidores cada para ajudar nos trabalho.

Tags: comissão, estatal, inquérito, parlamentar, Petróleo

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.