Jornal do Brasil

Sábado, 25 de Outubro de 2014

País

Mulher de publicitário é presa pela morte do ex-marido

Portal Terra

A advogada Ieda Martins, esposa do publicitário Eduardo Martins, que é acusado de matar o zelador Jezi Souza, foi presa nesta segunda-feira. Ela foi convidada a prestar depoimento na 13ª Delegacia de Polícia, na zona Norte, em São Paulo, mas acabou sendo presa. O mandado de prisão temporária foi cumprido pelo delegado titular da 36ª DP, de Santa Cruz, do Rio de Janeiro, Geraldo Assed.  

O pedido de prisão da Justiça do Rio foi decretado no último sábado. De acordo com o juiz José Nilo Ferreira, a liberdade para qualquer dos dois viria acarretar manifesto prejuízo para a instrução criminal e possível aplicação da Lei. Ela é suspeita de envolvimento na morte do ex-marido, o empresário José Jair Farias. O mandato também pediu a prisão temporária do publicitário, mas ele já está preso, em função do assassinato do zelador.  

Após a prisão do casal, a Polícia Civil reabriu as investigações em torno da morte do empresário. O crime ocorreu no Rio de Janeiro em 2005. Ele foi morto com um tiro dentro do seu carro. O caso nunca foi solucionado. Em São Paulo, o delegado Geraldo Assed também ouviu os depoimentos do casal e levou o material recolhido pela pericia na época do crime, que será analisado no Rio de Janeiro. O delegado carioca ainda não decidiu se ela será transferida para o Rio de Janeiro.

A Polícia Civil de São Paulo ficou responsável por fazer o exame de balística da arma encontrada na casa do pai de Eduardo, em Praia Grande, no litoral paulista, para analisar se o revólver foi o mesmo usado para matar o ex-companheiro de Ieda.   

Tags: crime, empresário, morte, rio prisão, SP

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.