Jornal do Brasil

Sexta-feira, 29 de Agosto de 2014

País

Com chuva e greve, SP registra recorde de lentidão no ano

Portal Terra

São Paulo registou nesta sexta-feira, pelo segundo dia seguido, o pior índice de congestionamento para o período da manhã, segundo a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET). Às 10h, o órgão registrou 239 quilômetros de lentidão nas principais ruas e avenidas, passando o recorde registrado na quinta, de 209 quilômetros.

O pico de congestionamento da manhã foi registrado às 10h30, quando o índice chegou a 254 quilômetros. O número, no entanto, não é contabilizado pela CET na série histórica de lentidão para a manhã, que é contabilizada somente até as 10h. A partir das 11h, a lentidão começou a cair, chegando a 179 quilômetros às 11h30.

>> Tropa de Choque expulsa grevistas de estação do Metrô de SP

Além da greve dos metroviários, que chega ao segundo dia, a cidade amanheceu sob chuva em vários pontos. O pior trecho, às 10h, estava na marginal Pinheiros, com 10,1 quilômetros de lentidão na pista sentido Castello Branco, entre a rua Quintana e a avenida Interlagos. No sentido oposto, a lentidão era de 9,4 quilômetros e ia da ponte Ary Torres até a rodovia Castello Branco. Na marginal Pinheiros, o pior trecho era de 8,3 quilômetros, entre a ponte das Bandeiras e a ponte Aricanduva.

Segundo a CET, o índice registrado hoje é o terceiro mais alto da história, perdendo apenas para o índice registrado no dia 25 de maio de 2012 (249 km) e no dia 12 de novembro de 2012 (245 km). O congestionamento de ontem foi o quarto maior da história para o horário, segundo a CET.

Por causa da greve dos metroviários, a CET suspendeu mais uma vez o rodízio municipal de veículos.

Tags: lentidão, rodízio, são paulo, suspensão, Trânsito

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.