Jornal do Brasil

Quinta-feira, 23 de Outubro de 2014

País

SP: ônibus são deixados em avenida e duas garagens permanecem fechadas

Agência Brasil

No terceiro dia de protestos de motoristas e cobradores insatisfeitos com a negociação salarial da categoria, alguns ônibus estão sendo deixados ao longo da Avenida Inajar de Souza, próximo ao Terminal Vila Nova Cachoeirinha, na zona norte da capital paulista. Segundo a São Paulo Transportes (SPTrans), empresa municipal que administra o transporte público na cidade, os pneus dos carros estão sendo furados. Também houve tentativa de fechamento do terminal. A Polícia Militar foi chamada ao local. A SPTrans não soube informar quantos ônibus pararam na Avenida Inajar de Souza.

Na manhã de hoje (22), duas garagens da Viação Santa Brígida, que opera 80 linhas das zonas norte e oeste da capital paulista, amanheceram fechadas. Essa paralisação afeta o funcionamento do Terminal Pirituba, na zona oeste. O atraso na saída dos ônibus da empresa Gato Preto, por volta das 5h, também dificultou a circulação no terminal. A SPTrans informou, no entanto, que os 27 restantes funcionam normalmente.

Apesar de alguns transtornos localizados, a situação nesta manhã é mais tranquila do que o verificado nos últimos dois dias. Ontem (21), uma reunião na Superintendência Regional do Ministério do Trabalho acertou o retorno às atividades. O encontro ocorreu entre advogados dos sindicatos patronais, representantes da prefeitura e dos trabalhadores. Motoristas e cobradores disseram que concordariam em retornar ao trabalho desde que a prefeitura intermediasse a reabertura das negociações com os empresários.

Tags: bloqueios, capital, paralisação, Paulista, rodoviários

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.