Jornal do Brasil

Segunda-feira, 24 de Novembro de 2014

País

Renan confirma instalação da CPI mista da Petrobras na semana que vem

Jornal do Brasil

O presidente do Senado, Renan Calheiros, confirmou nesta quarta-feira (21) que vai indicar na próxima terça-feira os nomes que faltarem para a instalação da Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) para investigar possíveis irregularidades na Petrobras.

“Na terça, vamos indicar os nomes dos partidos que não indicaram e, a partir daí, será feita a instalação, a eleição do presidente, a designação do relator e a aprovação do plano de trabalho”, reafirmou Renan.

Até o final da noite de ontem, prazo final para indicação pelos líderes, o PT da Câmara e o bloco da maioria e de apoio ao governo no Senado não tinham indicado integrantes para a CPMI.

O líder do PMDB no Senado, deputado Eunício Oliveira (CE), não quis comentar sobre a falta das indicações do seu partido, mas garantiu que o governo fez questão de manter a sessão de vetos na próxima terça-feira para que não houvesse qualquer suspeita de manobra protelatória. “Nós poderíamos pedir que a próxima sessão só fosse feita daqui a dez dias, mas fizemos questão de manter a sessão da próxima semana para que não houvesse nenhum tipo de suspeita”, disse.

O Congresso marcou para a próxima terça uma sessão para votar os 14 vetos que trancam a pauta. Na ocasião, Renan também deve fazer as indicações dos partidos que não cumpriram o prazo expirado ontem.

Questionado sobre o número de CPIs que vai funcionar durante esse ano eleitoral – há a CPI da Petrobras no Senado, a CPMI da Petrobras e a perspectiva de uma CPMI para investigar os metrôs de São Paulo e do Distrito Federal, Renan ironizou. “Duas, três, quatro, cinco, seis, sete CPIs... não depende de mim”, disse.

Com Agência Câmara

Tags: comissão, estatal, inquérito, parlamentar, Petróleo

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.