Jornal do Brasil

Sábado, 30 de Agosto de 2014

País

Petrobras: antes de indicar nomes para CPI Mista, base se reúne com Berzoini

Agência Brasil

Líderes da base aliada do governo no Senado e na Câmara têm hoje (20) a missão de definir nomes para a Comissão Parlamentar Mista (CPMI) da Petrobras. Em reunião nesta manhã, o ministro da Secretaria de Relações Institucionais da Presidência da República, Ricardo Berzoini, conversou com os parlamentares sobre o tema e os projetos que devem dominar a pauta da semana.

Nesta terça-feira, termina prazo para que o PT e o PROS concluam a lista de deputados integrantes da comissão mista. Como querem os partidos de oposição, os nomes para a comissão mista devem ser indicados mesmo com a CPI exclusiva do Senado já em andamento.

Em duas reuniões separadas, Berzoini tratou das indicações com os senadores líderes do PT no Senado e com deputados da base aliada. Após o encontro, o líder do PT na Câmara, Vicentinho (SP), disse que a definição dos dois parlamentares efetivos e dos dois suplentes será feita pelo partido. Segundo o deputado, os nomes estão praticamente fechados. “Mas estamos avaliando alguns critérios”, destacou.

A disponibilidade de dedicação aos trabalhos da CPI foi apontada como a maior preocupação do líder. “Como estamos em ano eleitoral, temos que escolher um [parlamentar] que esteja disposto [a se dedicar]”, frisou. Ainda assim, Vicentinho disse que não vai descartar nomes de parlamentares que estejam na disputa eleitoral.

O líder do PT evitou indicar tendências do partido e não descartou nomes como o de José Guimarães (CE) que foi líder do PT na Casa no ano passado. Segundo ele, os nomes serão divulgados dentro do prazo. "Termina hoje e pode ser adiado", resumiu, ao afastar a possibilidade de o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL) fazer as indicações caso o partido não conclua a lista ainda hoje.

No primeiro encontro, Berzoini se reuniu com os senadores líderes do PT, Humberto Costa (PE), do PTB, Gim Argello (DF), do governo no Senado, Eduardo Braga (AM) e do governo no Congresso, José Pimentel (CE). Ontem (19), o senador Humberto Costa disse que os nomes dos cinco senadores do bloco de apoio ao governo e dos cindo do bloco da maioria serão informados pelos partidos na sessão do Congresso marcada para esta noite.

Se as indicações não forem feitas, caberá a Renan indicar os nomes. A comissão será formada por 16 deputados e 16 senadores como titulares. Na Câmara, apesar de trancada por oito medidas provisórias (MPs), a pauta da semana deve ser tomada pelas negociações sobre os trabalhos da CPI.

A segunda reunião durou cerca de 30 minutos e Berzoini recebeu, além de Vicentinho, representantes da base na Câmara de vários partidos: do PT, Henrique Fontana, do PMDB, Eduardo Cunha, além de Manoel Júnior, do PRP, Chico das Verduras, do PCdoB, entre outros.

A sessão de hoje do Congresso também pode marcar a abertura do prazo de indicações dos nomes para a CPI dos Trens e Metrôs, após o requerimento da comissão ter sido lido na sessão passada. 

Tags: CONGRESSO, cpmi, medidad provisórias, Petrobras, ricardo berzoini

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.