Jornal do Brasil

Terça-feira, 25 de Novembro de 2014

País

Dilma destaca inovações da indústria brasileira de defesa

Jornal do Brasil

Na inauguração do hangar onde será montada a última parte do avião KC-390, a presidente Dilma Rousseff defendeu a indústria nacional de defesa, e destacou a importância da produção de tecnologia e conhecimento no país. Segundo ela, as  instalações demonstram a capacidade dos brasileiros de produzir bens de alta tecnologia, e são um “legítimo exemplo do Brasil inovador”.

O avião KC-390 será usado no transporte tático militar e no reabastecimento de outros aviões em voo. A aeronave é desenvolvida pela Embraer, em parceria com a Força Aérea Brasileira (FAB). O primeiro voo de dois protótipos deve ocorrer agora em 2014, cinco anos após o início do projeto em 2009.

A presidente destacou que este será o primeiro avião cargueiro produzido no Brasil, e considerou a importância da formação de mão de obra especializada. “O país precisa que, cada vez mais, a inovação, a tecnologia e o conhecimento resultem em um país onde o uso de empregos cada vez mais qualificados significará que nós, de fato, entramos no caminho de um outro tipo de desenvolvimento”, disse Dilma.

Segundo o Planalto, 1,2 mil empregos diretos e 6,5 mil indiretos foram gerados no desenvolvimento do projeto e as estimativas são que, na produção da aeronave serão criados 2,1 mil e 10,5 mil, respectivamente, em mais de 30 empresas nacionais.

Durante a inauguração da linha de montagem, foi assinado contrato para que a FAB compre 28 unidades do cargueiro. Dilma avaliou que “a partir de agora nós temos melhores condições de transformar KC-390 em um produto que será vendido, eu acredito, em todas as partes do mundo”.

O KC-390 será capaz de desempenhar várias funções além das tradicionais, como operar em pequenas pistas na Amazônia, realizar busca, pousar na Antártica e lançar carga em pleno voo. Ao detalhar os programas do governo para a área, Dilma disse que essa não é uma “experiência isolada de sucesso”.

“Do conjunto de experiências fazem parte o programa de submarinos de propulsão convencional e nuclear, o sistema integrado de monitoramento de fronteiras terrestres e construção de satélites para comunicações estratégicas”, descreveu ela.

Os investimentos para a construção do KC-390 somam até o momento R$ 4,9 bilhões, incluindo a produção de dois protótipos. O projeto agrega parcerias com Argentina, Portugal e República Tcheca, e recebeu 60 cartas de intenção de compra feitas por outros países.

Tags: avião, hangar, inauguração, presidente, SP

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.