Jornal do Brasil

Sexta-feira, 24 de Outubro de 2014

País

Aldo Rebelo não acredita que greve das polícias vá adiante

Agência Brasil

O Ministro do Esporte, Aldo Rebelo, minimizou hoje (20) a possibilidade de greve das polícias federal, civil e militar anunciada em vários estados do país. Perguntado se o governo teria plano B para o caso de uma greve no setor de segurança pública, Rebelo respondeu apenas que a greve não deve ocorrer.

“São instituições de Estado. Acho que vão compreender que o papel dessas instituições é de proteger a segurança e não criar um problema para a segurança”, declarou o ministro durante o lançamento do Festival Football for Hope da Federação Internacional de Futebol (Fifa) na Vila Olímpica Mané Garrincha, no Caju, zona portuária do Rio.

Durante o evento o ministro chegou a jogar bola com estudantes da comunidade, o jogador Ronaldo e o secretário-geral da Fifa, Jérôme Valck, que preferiu não falar com a imprensa.

O artista Romero Britto inaugurou uma obra feita por ele em um dos muros do local, onde será promovida a Copa Social entre os dias 3 e 10 de julho, com 32 seleções de jovens líderes de projetos comunitários apoiados pela Fifa em comunidades menos privilegiadas de vários países.

“No Brasil, o futebol é plataforma de promoção e valorização social das crianças e dos jovens pobres mestiços e negros em um país desigual. Então é natural que ao ensejo da Copa do Mundo a Fifa se preocupe em fazer também um projeto que inclua crianças pobres não só do Brasil como reconhecimento desse papel que o futebol tem”, declarou o ministro.

Tags: aldo, brasil, Mundial, paralisação, Policial

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.