Jornal do Brasil

Terça-feira, 29 de Julho de 2014

País

Inep alerta candidatos do Enem para problemas de última hora

Agência Brasil

A menos de uma semana para o fim do prazo de inscrição no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), a recomendação do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) é que os candidatos não deixem para a última hora, a fim de evitar problemas, como o acesso lento ao site do instituto. Segundo a autarquia, no ano passado, 1,7 milhão de estudantes deixaram para o último dia.

Apesar da recomendação, o Inep diz que o sistema está preparado e suporta até 200 mil acessos simultâneos. A intenção é diluir as inscrições e dar mais conforto aos candidatos. Até as 15h de hoje, 4.330.330 fizeram a inscrição pela internet. O prazo vai até sexta-feira (23). A expectativa é que 8,2 milhões se inscrevam. O Inep orienta os cadidatos a se inscreverem nos horários com menor número de acessos - no início da manhã, até as 9h; à tarde, entre as 14h e as 17h e à noite, após as 21h.

Os candidatos devem estar atentos também à data limite para o pagamento, que é 28 de maio. A inscrição só é confirmada após o pagamento da taxa de R$ 35. Estudantes da rede pública e pessoas com renda familiar até 1,5 salário mínimo são isentos. Até o momento, eles representam 64,2% dos inscritos, 2.780.555.

Segundo os últimos dados do Inep, solicitados pela Agência Brasil, o estado de São Paulo  lidera o número de inscritos, 684.766, 15,8% do total. Em seguida, estão Minas Gerais, com 456.155 (10,5%) e o Ceará, com 334.632 (7,7%). Depois aparecem o Rio de Janeiro, com 332.541 (7,6%) e a Bahia, com 319.832 (7,3%). As mulheres formam a maioria dos inscritos, 2.561.534, o que equivale a 59%.

O exame será realizado nos dias 8 e 9 de novembro. O Enem é destinado a estudantes que tenham terminado ou estejam concluindo o ensino médio, pessoas com mais de 18 anos que busquem o comprovante de conclusão do ensino médio e aquelas que queiram testar conhecimentos.

A nota do exame é utilizada como critério para acesso ao ensino superior por meio do Sistema de Seleção Unificada (Sisu), que oferece vagas em instituições públicas de educação superior, e do Programa Universidade para Todos (ProUni).

A participação na prova é requisito para receber o benefício do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies), participar do Programa Ciência sem Fronteiras ou conseguir uma vaga gratuita dos cursos técnicos oferecidos pelo Sistema de Seleção Unificada da Educação Profissional e Tecnológica (Sisutec).

Este ano, travestis e transexuais poderão ser identificados pelo nome social. Para isso, é preciso fazer o pedido pelo telefone 0800-616161, até sexta-feira.

Tags: ensino, exame, Médio, nacional, prazos

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.