Jornal do Brasil

Sábado, 20 de Setembro de 2014

País

Lula tranquiliza sobre protestos e brinca: Dilma tem o álbum de figurinhas

"Agora só falta alguém ensinar a Dilma bater bafo", disse Lula

Portal Terra

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou sentir orgulho de ser um dos responsáveis por trazer a Copa do Mundo para o Brasil. Lula fez questão de tranquilizar a população e a presidente Dilma Rousseff em relação aos protestos sobre o tema em todo o país e brincou ao falar que a petista está colecionando o álbum de figurinhas da Copa e que alguém precisa ensiná-la a “bater bafo”.

Lula participou de um evento com blogueiros na região central de São Paulo. Ele palestrou por mais de uma hora e fez diversas piadas, sendo assistido pelos também petistas Fernando Haddad, prefeito da capital, e Alexandre Padilha, pré-candidato do partido ao governo do Estado.

“Do que eu tenho medo? Tenho medo de acontecer o que aconteceu com o Uruguai em 1950. É uma chance pra gente se mostrar. Temos que mostrar nossa cara. É uma pena que não convocaram ninguém do Corinthians. Antes era mais gostoso porque a briga era qual time tinha dado mais jogadores (pra Seleção). Tem uns que a gente não sabe nem o nome. A nossa presidenta está com o álbum. Achei fantástico. Eu tive muito álbum de figurinha. Agora só falta alguém ensinar a Dilma bater bafo. Não é pra ter medo de passeata, greve”, disse Lula.

O ex-presidente voltou a brincar e afirmou que tinha a ilusão de que o país poderia até mesmo receber a Olimpíada de Inverno e que os jogos seriam em Garanhuns, sua terra-natal. Além da Copa de 2014, o Brasil sediará também a Olimpíada de Verão de 2016, que será realizada no Rio de Janeiro.

“Sinto muito orgulho de ter conquistado pra esse país o direito de fazer a Copa e a Olimpíada. E quando pensei isso não pensei em dinheiro, o que pensei é que um evento dessa magnitude, até sonhava que o Brasil estava tão bem que poderia conseguir a Olimpíada de Inverno lá em Garanhuns. Até brinquei com isso. Acho que nunca tivemos nesse país um momento de emoção como a conquista da Olimpíada”, disse.

Para o petista, o Brasil precisa mostrar ao mundo seu povo e sua cultura e afirmou que não é preciso tirar “pobre” da rua só por causa da Copa.

“Não é obra pra Copa, é obra pro país. Por que eu defendo a Copa? Porque uma Copa do Mundo e é um evento em que milhares de pessoas passam aqui. As pessoas estão fazendo conta e não estou preocupado com isso. É uma oportunidade extraordinária desse país mostrar ao mundo como ele é. A beleza de um povo extraordinário, alegre, respeitoso, com muita necessidade e que ri. A gente ri da nossa desgraça. A Copa do Mundo é um evento esportivo, mais do que isso, um encontro de civilizações. Esconder pobre está fora de cogitação”, disse.

Tags: 2014, Atos, brasil, Lula, Mundial, protestos

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.