Jornal do Brasil

Domingo, 23 de Novembro de 2014

País

Justiça aceita denúncia contra acusados da morte do menino Bernardo

Portal Terra

O juiz de Três Passos, Marcos Luís Agostini, aceitou nesta sexta-feira a denúncia do Ministério Público contra os quatro suspeitos de envolvimento no caso da morte de Bernardo Uglione Boldrini. A denúncia do MP havia sido entregue na quinta-feira, dois dias depois da entrega do inquérito da Polícia Civil.

A decisão do magistrado abre processo sobre o caso, no qual tornam-se réus Leandro Boldrini, pai de Bernardo; Graciele Ugolini, madrasta do menino; Edelvânia Wirganovicz, amiga de Graciele; e Evandro Wirganovicz, irmão de Edelvânia. O juiz determinou também a manutenção da prisão temporária de Evandro, denunciado pelo MP mas ainda não indiciado pela polícia. Os outros três estão presos preventivamente.

Segundo a denúncia do MP, os réus Leandro, Graciele e Edelvânia responderão por homicídio quadruplamente qualificado (motivos torpe e fútil, emprego de veneno e recurso que dificultou a defesa da vítima), além da ocultação de cadáver. O pai de Bernardo também responderá por falsidade ideológica.

Com a instauração do processo criminal, os réus serão citados. Testemunhas serão ouvidas e os réus, interrogados. Findas a instrução e as alegações finais, o juiz decide se o caso seguirá para júri popular.

Bernardo Uglione Boldrini, 11 anos, desapareceu no dia 4 de abril, em Três Passos, depois de, segundo a versão da família, dizer ao pai que passaria o fim de semana na casa de um amigo. O corpo do garoto foi encontrado no dia 14 de abril, em Frederico Westphalen, dentro de um saco plástico e enterrado às margens do rio Mico.

Na mesma noite, Leandro, Graciele e Edelvânia foram presos pela suspeita de envolvimento no crime. Segundo a Polícia Civil, o menino foi dopado antes de ser morto, possivelmente com uma dose letal do sedativo Midazolam. Evandro foi preso mais tarde, no dia 10 de maio, por suspeita de participação no crime.

Tags: criança, madrasta, morte, pai, RS

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.