Jornal do Brasil

Quinta-feira, 2 de Outubro de 2014

País

Relatora de CPI diz que exploração sexual ocorre em todas as classes sociais

Agência Câmara

A deputada Liliam Sá (Pros-RJ), que é relatora da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Exploração Sexual, defendeu o projeto que torna hediondo o crime de exploração sexual de crianças e adolescentes, discutido neste momento em Plenário. Ela disse que a CPI concluiu que a exploração ocorre em todo o território nacional e em todas as classes.

“São quadrilhas especializadas que atuam em hotéis, taxistas, agências de turismo, aliciando crianças e adolescentes de qualquer idade. Tivemos notícia de crianças de até 5 anos exploradas sexualmente”, disse Liliam Sá.

Para ela, a Câmara dará um grande passo ao aprovar essa medida, que agrava ainda mais a exploração de crianças e adolescentes.

O deputado Jean Wyllys (Psol-RJ) também defendeu a medida, mas avaliou que a prostituição de mulheres adultas não pode ser confundida com exploração sexual de menores. Ele lembrou que a prostituição de mulheres adultas não é crime.

Tags: abusos, câmara, comissão, menores, sexuais

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.