Jornal do Brasil

Quarta-feira, 20 de Agosto de 2014

País

Médicos levam denúncias sobre saúde pública e privada ao Ministério Público

Agência Brasil

A Associação Médica Brasileira (AMB) encaminhou hoje, ao Ministério Público Federal, denúncias sobre problemas na oferta de serviços de saúde pelas redes pública e privada. A demora no atendimento é a principal reclamação recebida pela entidade. Problemas desse tipo foram responsáveis por 59% das reclamações enviadas ao site da associação.

“A demora acontece em pronto-socorro, exames radiológicos. Para cirurgias, às vezes passam seis meses, um ano e, depois disso, os exames necessários para o procedimento perdem a validade”, relatou o diretor da AMB, José Luiz Mestrinho.

A falta de medicamentos foi o segundo maior motivo de queixas, com 32% das denúncias. Em seguida, vieram a falta de materiais e a ausência de leitos, com 23% e 21% das reclamações, respectivamente.São Paulo teve um terço das quase 2.500 denúncias registradas. Minas Gerais e Bahia ficaram em segundo e terceiro lugar no número de reclamações.

As denúncias foram recebidas entre os dias 12 de março e 7 de fevereiro, por meio do site colaborativo Caixa Preta da Saúde, que recebe críticas ao atendimento ofertado no sistema de saúde brasileiro. Os usuários registram as queixas enviando vídeos, fotos e relatos do que aconteceu.

O processo para apuração dos casos foi aberto, mas, de acordo com Mestrinho, o MPF pediu informações específicas sobre os locais das denúncias para que o órgão possa fazer as investigações.

Tags: associação, brasileira, médica, públicas, Redes

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.