Jornal do Brasil

Quarta-feira, 30 de Julho de 2014

País

Dilma tem 37%, Aécio, 20%, e Campos, 11%, diz Datafolha

Pesquisa reforça tendência para segundo turno nas eleições presidenciais

Jornal do Brasil

Pesquisa do Instituto Datafolha divulgada nesta sexta-feira (9) aponta que a presidente Dilma Rousseff (PT) tem 37% das intenções de voto, contra 38% dos dez demais candidatos somados, o que reforça a possibilidade de haver segundo turno nas eleições presidenciais, como o Jornal do Brasil já vinha antecipando.

>> Eleições: Dilma enfrenta mais perdas nos estados; Aécio cresce

>> Eleições: Dilma tem pela frente um cenário bem diferente do que Lula enfrentou

O candidato do PSDB, Aécio Neves, registrou crescimento da intenções de voto. Ele soma 20%. Em abril, na última pesquisa Datafolha, Aécio aparecia com 16%. Eduardo Campos, do PSB, segue em terceiro lugar, com 11%. Em abri, ele tinha 10%. Já Dilma caiu 1% em relação a abril, quando ela tinha 38%. 

De acordo com o Datafolha, 16% dos entrevistados votariam em branco, nulo ou em nenhum dos candidatos. Os indecisos são 8%.

Pesquisa aponta intenções de voto em Campos, Dilma e Aécio
Pesquisa aponta intenções de voto em Campos, Dilma e Aécio

A pesquisa ouviu 2.844 pessoas em 174 cidades, e foi realizada após o pronunciamento de 1º maio da presidente Dilma. 

Lula na pesquisa

O Datafolha também ouviu os eleitores sobre uma eventual participação do ex-presidente Lula nas eleições. E 58% dos entrevistados afirmaram que gostariam que ele fosse o candidato do PT. Já entre os que têm preferência pelo PT, 75% dizem que preferem Lula na disputa das eleições.

Entre os ouvidos, 74% querem mudança na forma do país ser governado, e para 38%, Lula é o mais preparado para realizar estar mudanças. Já para 15%, Dilma é a mais indicada.

Neste quesito, Aécio tem 19% da preferência (contra 10% que obteve em fevereiro). Eduardo Campos soma 10%, contra 5% de fevereiro.

Tags: brasil, eleição, pesquisa, presidençe, voto

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.