Jornal do Brasil

Quinta-feira, 24 de Julho de 2014

País

DF recebe selo de território livre do analfabetismo

Agência Brasil

O Distrito Federal (DF) é a primeira unidade da federação a receber o Selo de Território Livre do Analfabetismo, do Ministério da Educação. O selo presta homenagem às localidades que atingem 96% de alfabetização, segundo o censo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. O DF atingiu o índice de 96,5%. O selo foi entregue hoje (9) pelo ministro da Educação, Henrique Paim, ao governador do Distrito Federal, Agnelo Queiroz.

O secretário de Educação do DF, Marcelo Aguiar, disse que o desafio agora é buscar os analfabetos que restam na capital, para seguir avançando. “É a parte mais difícil, porque são justamente os mais velhos, os que têm resistência em se alfabetizar, e a população de rua. Nosso trabalho será duro porque é preciso buscar as pessoas e convencê-las a se alfabetizar”, disse.

A dona de casa Maria do Socorro Nunes, de 61 anos, participou do evento e deu exemplo de perseverança em busca da alfabetização. De volta aos estudos há três anos, ela aprendeu a ler e faz planos para não abandonar a escola. Maria do Socorro vive no Núcleo Rural Alagado da Suzana, no Gama, cidade próxima ao Distrito Federal, e por anos buscou a construção de uma escola no local. Foi vitoriosa e agora diz que a vida mudou para melhor. “Estudar me faz sentir bem; faz bem para saúde. E o que aprendo posso ensinar para outras pessoas da comunidade”, diz.

A professora Iracema Bandeira disse que muitos moradores do Alagado da Suzana enfrentavam dificuldades por não saberem ler e acabavam sendo explorados no trabalho. Na escola, a professora alfabetizou 30 alunos. “Agora eles se impõem, sabem que têm direitos e exigem que o empregador assine a carteira. Com o conhecimento, adquiriram a cidadania plena”, conta.

Iracema Bandeira conta que a alfabetização abriu a possibilidade para trabalhar com os alunos questões importantes para a comunidade, como o tratamento que deve ser dado ao lixo e os cuidados com o meio ambiente, para tornar melhor o local onde vivem.

O governador Agnelo Queiroz explicou que a alfabetização na capital é feita por meio da Educação de Jovens e Adultos e pelo Programa DF Alfabetizado. Os beneficiários do Bolsa Família que integram o DF Alfabetizado recebem uma bolsa de incentivo do governo local.

Ao entregar o selo, o ministro da Educação, Henrique Paim, disse esperar que outros estados superem o índice de 96% de alfabetização. “Queremos que essa seja uma situação que tenhamos em breve em todo o país. Vale lembrar que nunca é tarde para estudar”, disse.

Tags: analfabetos, distrito, federal, Governador, Ministro

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.