Jornal do Brasil

Terça-feira, 21 de Outubro de 2014

País

Bailarina brasileira apresenta melhoras em hospital nos EUA  

Portal Terra

O estado de saúde da brasileira Stefany Neves, bailarina do circo Ringling Bros., que sofreu um acidente no último domingo, passou de grave para estável, nesta quinta-feira. Agora, apenas duas das nove bailarinas feridas no acidente continuam em estado grave. Sete seguem internadas no hospital Rhode Island.

Segundo o último boletim médico divulgado nesta quinta, Julissa Segrera, que vive nos Estados Unidos, e a brasileira Dayana Costa são as únicas que continuam em estado de saúde grave. 

Assim como Stefany Neves, a dançarina búlgara Viktoriya Medeiros tem a saúde estável. Viktorilla Liakhova, Svitlana Balanicheva e Widny Neves não tiveram o estado de saúde divulgados, por uma escolha dos familiares. No entanto, nos últimos boletins médicos, elas estavam bem. A bailarina americana Samantha Pitard recebeu alta na última terça-feira. 

O incidente aconteceu 45 minutos após o início o espetáculo das 11h da manhã locais (12h em Brasília), na cidade de Providence, Rhode Island, Estados Unidos.

Oito artistas, que ficavam penduradas numa espécie de “lustre humano”, a mais de 10 metros de altura, caíram. As mulheres ficavam penduradas na estrutura apenas pelos cabelos.

Na queda, a armação derrubou as oito artistas e acertou uma outra que estava no chão. As luzes foram imediatamente apagadas, após a queda da plataforma, para evitar que as crianças vissem as acrobatas caídas no chão. As investigações sobre as causas do acidente continuam sendo feitas.

Tags: brasileiras, circo, dançarinas, queda, SAÚDE

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.