Jornal do Brasil

Sexta-feira, 19 de Dezembro de 2014

País

Nível do Cantareira continua em queda e atinge 9,6% da capacidade

Agência Brasil

De acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), não há previsão de chuvas significativas na cabeceira do Sistema Cantareira nos próximos dias. “Vai haver nebulosidade e apenas uns chuviscos, mas nada que melhore [o nível dos reservatórios]”, disse Kleber Souza, meteorologista do Inmet.

A Procuradoria-Geral do Estado que divulgaria ontem (6), o parecer sobre a cobrança de multa de 30% aos consumidores que excederem o gasto médio de água, proposta pela Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp), informou hoje que não há mais data prevista para o anúncio.

Além de recorrer à multa como forma de evitar um colapso no abastecimento de água para cerca de 9 milhões de pessoas, o governo paulista lançou um bônus dado aos clientes que conseguem reduzir o consumo em 30%. Essa ação permitiu uma queda de 76% no consumo em março, e 81% em abril.

No começo da semana, o governador Geraldo Alckmin voltou a negar a possibilidade de adoção do racionamento. Ele confirmou que, no próximo dia 15, a Sabesp começará a retirar a água do chamado volume morto, área abaixo do nível de captação das comportas, cujo aproveitamento exige a expansão da estrutura de bombeamento. A previsão é usar 200 bilhões de litros dos 400 bilhões da reserva estratégica.

Tags: cantareira, chuvas, energia, hidrelétrica, inmet, multa, seca

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.