Jornal do Brasil

Sexta-feira, 24 de Outubro de 2014

País

The Guardian: "Rainha Motosserra" do Brasil enfrenta ambientalistas

Matéria aborda a senadora Kátia Abreu, suas ambições e sua relação com o desmatamento

Jornal do Brasil

O jornal inglês The Guardian publicou uma reportagem nesta segunda-feira (5) sobre a senadora Kátia Abreu, que, segundo a matéria, "está rapidamente se tornando a política mais interessante, importante e perigosa do Brasil". Kátia seria a chefe do poderoso lobby na agricultura.

A reportagem informa que a senadora foi uma forte influência no enfraquecimento do Código Florestal brasileiro, sendo culpada por boa parte do recente crescimento no desmatamento da Amazônia. O suporte de Kátia na construção de mais estradas por meio da Amazônia, no controle do Congresso na demarcação das reservas indígenas e na maior eficiência das monoculturas e das sementes geneticamente modificadas fez com que ela ganhasse os títulos de "Miss Desmatamento", "Rainha Motosserra" e "Face do Mal" pelos ambientalistas.

A matéria garante que Abreu planeja se candidatar a presidente um dia, o que ela já teria afirmado em uma entrevista. Segundo o autor, ela é chefe da Confederação da Agricultura e do Gado e lidera seu lobby político, que invoca mais de 250 senadores e membros do congresso. Seu primeiro objetivo seria estimular o rendimento da agricultura, que conta com 23% da economia brasileira e vem crescendo. Ela teria dito ser possível que ambientalistas, sem-terras e indígenas, que estariam tendo "diminuir o ritmo da produção agrícola" estejam trabalhando para interesses estrangeiros.

O jornalista conta que a senadora afirmou a ele que, apesar de possuírem diferentes ideologias, ela estaria disposta a trabalhar para Dilma Rousseff se a presidente "entendesse sua situação e os problemas enfrentados pela agricultura e ajudasse a superar estas questões, de forma que o Brasil possa ser a maior nação do mundo em produção agrícola". De acordo com o texto, isto pode significar um maior desrespeito pelos direitos indígenas, leis ambientalistas mais fracas e restrições mais frágeis nas sementes geneticamente modificadas - o que estaria sendo pressionado no Congresso pelo lobby de Kátia.

Tags: AGRICULTURA, desmatamento, kátia abreu, lobby, meio-ambiente, senado

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.