Jornal do Brasil

Sábado, 20 de Dezembro de 2014

País

Financial Times: Dilma aumenta auxílio popular diante de pesquisas de voto

Jornal inglês destaca ação da presidente como resposta dura à oposição

Jornal do Brasil

O jornal inglês Financial Times publicou uma matéria nesta quinta-feira dizendo que Dilma aplicou um golpe nos seus adversários ao aumentar o auxílio do Bolsa Família para pessoas de baixa renda. O aumento de 10% foi acima da inflação, que está a 6%, o que vai de acordo com o direcionamento do PT de promover transferência de dinheiro aos pobres nestes 12 anos no poder.

A reportagem afirma que a ação foi uma resposta à diminuição da intenção de votos em pesquisa divulgada no mês de abril. O apoio a Aécio Neves subiu de 17% para 21,6%. Já Eduardo Campos foi de 9,9% para 11,8%. O autor lembra que Lula, predecessor de Dilma, é reconhecido por ter subido 40 milhões de pessoas para a classe média baixa durante seus oito anos no poder, por meio da extensão do Bolsa Família, aumento nos salários e maior crédito. Hoje 36 milhões de pessoas recebem o Bolsa Família, formando uma base de eleitores leais para o PT, principalmente no Nordeste. 

O autor diz que Dilma lembrou aos trabalhadores, na véspera do dia do Trabalho, que o PT aumentou os salários em 70% nos últimos onze anos. Ela também garantiu ao público que a alta na inflação se deve a fatores temporários, como o crescimento sazonal do preço de algumas comidas. 

O aumento no Bolsa Família também teria sido uma resposta à pressão para que Lula seja candidato a presidente novamente caso a popularidade de Dilma continue a cair. 

Tags: auxílio, bolsa família, dilma, Eleições, Lula, popularidade, presidente, PT, reeleição, voto

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.