Jornal do Brasil

Segunda-feira, 1 de Setembro de 2014

País

Dilma: ajuste no Bolsa Família e na tabela do IR reforça combate à pobreza

Agência Brasil

Depois de anunciar, em rede nacional de rádio e TV, o reajuste de 10% no benefício do Programa Bolsa Família e a correção de 4,5% na tabela do Imposto de Renda, a presidente Dilma Rousseff disse que essas medidas reforçam o combate à extrema pobreza e “defendem a renda dos que vivem do seu trabalho”.

Por meio de sua conta pessoal no Twitter, Dilma avaliou que seu governo está alinhado com os direitos e as conquistas dos trabalhadores de classe média. “Um governo que dialoga com os empreendedores, especialmente os pequenos, e encontra caminhos para melhorar a vida dos que mais precisam”, escreveu a presidente.

O anúncio, feito na última quarta-feira (30), em pronunciamento referente ao Dia do Trabalho(1º), foi criticado por líderes da oposição. Pela manhã, a ministra do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, Tereza Campello, disse que avaliar o aumento nos valores pagos pelo Bolsa Família com base em indicadores financeiros como a variação do dólar é "leviano e irresponsável".

Já a manutenção do percentual de anos anteriores para a correção da tabela do Imposto de Renda Pessoa Física foi criticada por algumas entidades da área por estar defasada.

Dilma lembrou que as ações de combate à extrema pobreza não são de hoje. “A criação de 4,8 milhões de empregos desde 2011, a valorização do salário do trabalhador e a sistemática melhoria do Bolsa Família mostram que essa luta não começou só agora”, disse, também pelo Twitter.

Tags: aumento, Governo, presidente, programa, SOCIAL

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.