Jornal do Brasil

Terça-feira, 2 de Setembro de 2014

País

Cerca de 700 mil contribuintes entregam declaração do IR em seis horas

Agência Brasil

Próximo do fim do prazo, aumenta o ritmo de entrega da Declaração do Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF). Somente nas últimas seis horas, cerca de 700 mil contribuintes acertaram as contas com o Fisco. De acordo com a Receita Federal, até as 17h de hoje (28), 19,1 milhões de pessoas físicas enviaram o documento, ante 18,4 milhões registrados até as 11h.

As declarações entregues representam 70,7% dos 27 milhões de formulários esperados para este ano. O envio vai até as 23h59min59s da próxima quarta-feira (30). Quem perder o prazo pagará multa de R$ 165,74 ou 20% do imposto devido, prevalecendo o maior valor.

Está obrigado a declarar quem recebeu R$ 25.661,70 em rendimentos tributáveis no ano passado, o que dá R$ 1.974,28 por mês incluído o décimo terceiro salário. Também deve declarar quem recebeu mais de R$ 40 mil em rendimentos isentos, não tributáveis ou tributados exclusivamente na fonte ou obteve ganhos de capital e ganhos em operações na bolsa de valores.

O programa gerador está disponível na página da Receita Federal na internet desde 26 de fevereiro, mas a transmissão dos formulários começou em 6 de março, assim como a liberação do aplicativo que permite o preenchimento da declaração em tablets e smartphones.

Os contribuintes com certificação digital ou representantes com procuração eletrônica recebem, pela primeira vez, a declaração pré-preenchida. Por meio do Centro Virtual de Atendimento da Receita (e-CAC), eles têm acesso ao documento preenchido com antecedência pelo Fisco e só precisam confirmar as informações para enviar a declaração.

As regras para o preenchimento da declaração foram divulgadas em 21 de fevereiro no Diário Oficial da União. Como nos outros anos, o contribuinte que enviar a declaração no início do prazo deverá receber a restituição nos primeiros lotes, a menos que haja inconsistência, erro ou omissão no preenchimento.

Também terão prioridade no recebimento das restituições os contribuintes com mais de 60 anos, conforme previsto no Estatuto do Idoso, além de pessoas com doença grave ou deficiência física ou mental.

O contribuinte pode tirar dúvidas sobre o Imposto de Renda pela internet. Está disponível no canal da Receita Federal no Youtube um vídeo com explicações sobre as novidades da declaração deste ano e com dicas para evitar erros no preenchimento das informações.

Tags: diário da união, estatuto do idoso, imposto de renda, irpf, receita federal

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.