Jornal do Brasil

Domingo, 28 de Dezembro de 2014

País

Auditores fazem ato em memória de vítimas de acidentes do trabalho

Agência Brasil

Auditores fiscais do Trabalho fizeram nesta segunda-feira (28) ato pelas vítimas de acidentes de trabalho. A manifestação ocorreu pela manhã em frente ao Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), em Brasília, e reuniu também servidores administrativos e representantes de trabalhadores.

O evento marca a passagem do Dia Mundial em Memória das Vitimas de Acidentes e Doenças de Trabalho. A intenção do Sindicato Nacional dos Auditores Fiscais do Trabalho (Sinait) é chamar a atenção para a falta de condições de trabalho e melhorias na estrutura do MTE, além de cobrar a convocação de concursos públicos devido à falta de pessoal.

De acordo com o Sinait, são menos de 3 mil auditores trabalhando hoje no Brasil, quando nota técnica do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) indica que o país precisaria de oito mil profissionais. Ainda segundo o sindicato, o Brasil tem o número de auditores mais baixo das duas últimas décadas. "Há 20 anos, nós tínhamos quase 4 mil auditores, hoje temos 2.750, o que afeta o trabalho de prevenção, disse Rosa Jorge, presidenta do Sinait.

Os números apresentados pelo sindicato indicam que são mais de 700 mil acidentes de trabalho por ano no Brasil, além de oito mortes por dia. As estatísticas divulgadas apontam também que 30 trabalhadores brasileiros por dia ficam com sequelas definitivas originárias dos acidentes de trabalho.

A expectativa dos auditores é entregar também um relatório ao ministro do Trabalho e Emprego, Manoel Dias, que mostra as condições de trabalho que são enfrentadas em todo o país.

Tags: acidente, auditoria, doença, segurança do trabalho, servidores

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.