Jornal do Brasil

Sábado, 1 de Novembro de 2014

País

Trabalhadores da Fundação Casa voltam ao trabalho, mas mantêm estado de greve

Jornal do Brasil

Com a suspensão do julgamento agendado para hoje (23), no Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região (TRT2), os funcionários da Fundação Casa decidiram, em assembleia, retornar ao trabalho para tentar retomar as negociações com a fundação. Decidiram, no entanto, permanecer em estado de greve enquanto as tratativas se arrastam.

O julgamento, que iria decidir pela abusividade, ou não, da greve dos funcionários da Fundação Casa, foi suspenso, e nova audiência marcada para as 9h de amanhã (24) .

A decisão dos julgadores foi no sentido de os trabalhadores e representantes da Fundação Casa insistirem na negociação, com a intermediação do Núcleo de Conflitos Coletivos do TRT2, cujo objetivo é a busca da solução negociada. “O núcleo garante uma solução eleita pelas partes, mais valiosa, mais próxima à Justiça do que uma sentença judicial imposta às partes”, disse o desembargador Rafael Pugliese.

Os trabalhadores, em greve desde 10 de abril, reivindicam piso salarial, reajuste real de 53,63%, reposição de perdas, isonomia do Plano de Cargos e Salários e, principalmente, aumento da segurança nos locais de trabalho. Caso não cheguem a um acordo no núcleo, o julgamento será, então, remarcado.

Tags: Fundação Casa, greve, piso salarial, reajuste, reposição de perdas, são paulo, trabalhadores

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.