Jornal do Brasil

Sábado, 25 de Outubro de 2014

País

Concurso premiará vídeos de estudantes de escolas públicas

Agência Brasil

Estudantes da educação básica da rede pública que queiram produzir vídeos curtos e concorrer a prêmios podem se inscrever até o próximo dia 29 no Curta Histórias 2014, promovido pelo Ministério da Educação (MEC) e parceiros. Além dos alunos, professores e escolas serão premiados. As inscrições são feitas exclusivamente no site do prêmio.

O tema desta edição é Personalidades Negras, com o objetivo de incentivar a valorização da educação para as relações étnico-raciais. A intenção é que os alunos tenham a oportunidade de conhecer o pensamento de importantes intelectuais negros, a cultura, a arte e as religiões de matriz africana.

Os estudantes podem participar em quatro categorias: ensino fundamental (anos iniciais), ensino médio e educação de jovens e adultos. Os vídeos devem ter, no máximo, um minuto, excluindo os créditos. As imagens podem ser captadas com aparelhos de telefone celular ou câmeras domésticas.

Cada categoria terá cinco finalistas e dois serão vencedores, um deles escolhido pelo júri popular e outro pela comissão julgadora final. O prêmio para alunos vencedores será um smartphone, o professor orientador receberá um smartphone e uma câmera digital semiprofissional e a escola receberá um data show, um DVD, uma câmera fotográfica semiprofissional e uma cinemateca. Os vencedores serão premiados em uma cerimônia no dia 28 de maio, no MEC.

No site do prêmio, estudantes e professores podem conferir dicas sobre a produção e o envio do vídeo e de sugestões de leitura sobre o tema, para servir de orientação no momento de elaborar o roteiro.

Esta é a segunda edição do prêmio Curta Histórias, promovido pela Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização, Diversidade e Inclusão do MEC, em parceria com a Fundação Vale, a Fundação Telefônica, a Unesco e a Fundação Palmares.

Tags: Aluno, curta, ensino, escola, vídeo

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.