Jornal do Brasil

Quinta-feira, 23 de Outubro de 2014

País

PSDB confirma nome de Aécio Neves para disputar o Planalto

Portal Terra

Em evento restrito à executiva nacional do partido, o PSDB confirmou nesta terça-feira a pré-candidatura do senador Aécio Neves à presidência da República. Entre nomes da legenda que deverão concorrer a cargos no Senado e a governos estaduais, os tucanos decidiram ainda marcar para o dia 14 de junho, em São Paulo, a convenção nacional que irá oficializar o senador mineiro na corrida ao Planalto.

"Definimos pela data de 14 de junho, a partir das 10h, a convenção nacional do PSDB que vai definir a candidatura oficial do partido. É uma decisão consensual do partido e uma homenagem ao governador (Geraldo) Alckmin e à importância de São Paulo para a configuração política", justificou Aécio.

Apesar do aparente clima de harmonia, o senador e os outros líderes do partido ainda estão às voltas com o o nome do futuro pré-candidato a vice do tucano. Nos últimos dias, a deputada federal Mara Gabrilli (PSDB-SP) foi apontada como a melhor opção para compor uma chapa puro-sangue com Aécio, desbancando nomes tradicionais como dos senadores Agripino Maia (DEM-RN) e Aloysio Nunes (PSDB-SP).

"Todos estão colocando o interesse da candidatura como a questão mais relevante. Não estão exigindo. Expectativas podem existir, mas todos que conversam comigo falam: resolva da forma que garanta a vitória. Não tenho pressa para resolver isso, vamos permitir que essa decisão seja natural, as decisões naturais trazem melhores resultados", disse Aécio, acrescentando que não fará uma campanha centrada na questão do gênero.

"Nós temos que ter é propostas para as mulheres. Se puder ser uma mulher, tudo bem, ficará até mais agradável o convívio, mas não coloco essa questão do gênero como central", completou o pré-candidato.

O encontro ainda serviu para discutir em quais Estados o partido lançará candidatos próprios e onde dará apoio a outras legendas, lançando candidatos a vice-governador ou senador. Nesse sentido, os tucanos confirmaram que o ex-senador Tasso Jereissati será o candidato ao Senado pelo Ceará. Além disso, devem apoiar Roberto Pessoa (PR) na disputa pelo governo estadual.

No Rio Grande do Sul, afirmou Aécio, está "adiantada" a possível aliança com a senadora Ana Amélia (PP), que concorrerá ao governo. Já no Rio de Janeiro, o tucano afirmou que as conversas com César Maia (DEM) têm sido "extremamente maduras”. 

"Vamos retomar as conversas com o Cesar (Maia) para encontrar um palanque que seja positivo para o cenário nacional e garanta a manutenção ou a ampliação das nossas bancadas na Assembleia. Não há nenhum partido que tenha hoje palanque tão expressivo como o PSDB. Temos candidaturas expressivas em 80% dos Estados. Estamos absolutamente felizes com a construção. Nesses meses de abril e maio, essa era nossa prioridade, que é a consolidação do nosso palanque. Teremos um exército de companheiros do PSDB e de partidos aliados em todos os Estados", completou Aécio.

Tags: brasil, candidato, eleição, Tucano, urna

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.