Jornal do Brasil

Quarta-feira, 22 de Outubro de 2014

País

Justiça nega liberdade a motorista bêbado que provocou duas mortes

Agência Brasil

A Justiça de Brasília negou pedido de habeas corpus ao motorista bêbado que provocou a morte de duas pessoas e deixou seis feridos, um deles em estado grave. Marcelo Luiz de Barros, 41 anos, é acusado de ter provocado acidente, na noite de domingo, na DF 005, entre as regiões administrativas do Varjão e do Paranoá, no Distrito Federal. Exames feitos pelo Instituto Médico Legal revelaram que o acusado estava embriagado. Ele foi preso em flagrante e está na Delegacia de Polícia Especializada. A Polícia Civil indiciou Marcelo por duplo homicídio.

Segundo o delegado Ricardo Viana, a testemunha do acidente conta que Marcelo dirigia em alta velocidade, fazendo ultrapassagens perigosas. “Ela [a testemunha] trafegava na via a 80 quilômetros por hora, que é a velocidade permitida. Um veículo a ultrapassou e forçou outras ultrapassagens. Não conseguindo, foi para o acostamento e bateu contra o Vectra  estacionado devido a uma pane no veículo. A velocidade [do carro de Marcelo] vai ser comprovada pelo laudo policial”, informa o delegado.

O acidente causou duas mortes e deixou seis feridos. Todos da mesmas família. De acordo com a Secretaria de Saúde, duas vítimas continuam internadas. Um menino  de 5 anos está em estado grave na Unidade de Tratamento Intensiva do Hospital de Base de Brasília.

O pedido de liberdade foi negado ontem (21) pelo Tribunal de Justiça. O advogado de Marcelo de Barros, Fernando Martins de Freitas, disse que vai recorrer da decisão.

Tags: acidente, Brasília, embriagado, feridos, grave, motorista

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.