Jornal do Brasil

Sexta-feira, 24 de Outubro de 2014

País

CPI da Petrobras: Aécio e dois colegas são recebidos por Rosa Weber

Ministra do STF promete decidir sobre CPI única depois da Páscoa

Jornal do BrasilLuiz Orlando Carneiro

Brasília - A ministra Rosa Weber, do Supremo Tribunal Federal (STF), recebeu nesta terça-feira (15/4), em seu gabinete, os senadores do PSDB Aécio Neves (MG) e  Aloysio Nunes Ferreira (SP), e o senador do DEM José Agripino (RN), aos quais prometeu decidir, logo depois da Páscoa – na terça-feira próxima, ou no dia seguinte – se acolhe ou rejeita o pedido de liminar no mandado de segurança ajuizado pelos parlamentares, no último dia 8, destinado a garantir o “direito da minoria” de ver instalada, sem mais delongas, a CPI que deve investigar, exclusivamente, as denúncias de graves irregularidades na Petrobras.

Logo depois da audiência com a ministra-relatora do mandado impetrado pelos oposicionistas, que durou meia hora, o senador Aécio Neves afirmou que a tentativa dos governistas – à frente o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL) - de impedir a criação de uma CPI exclusiva para investigar a estatal, e instalar uma “CPI mais ampla”, demonstra “a forma desesperada” de agir do Governo. Para o pré-candidato do PSDB à sucessão de Dilma Rousseff, “sepultar a CPI exclusiva da Petrobras” significa, na prática, sepultar “um direito líquido e certo da minoria, um direito garantido no regimento e na Constituição e que não pode ser violentado por uma ação da maioria”.

Aécio Neves acrescentou: “Não cabe ao presidente do Senado fazer juízo de valor, estabelecer o mérito desta ou daquela CPI, da menos ou da mais abrangente. O que estamos fazendo é buscar preservar um direito das minorias, fazer com que Constituição seja respeitada”.

“A nossa confiança é plena, saímos confiantes na decisão do STF, o guardião da nossa Constituição”, concluiu ele ao ser abordado pelos repórteres, à saída do gabinete da ministra Rosa Weber.

Agripino

O senador José Agripino, por sua vez, comentou que “a Petrobras, como instituição, está incomodada com a prisão de um diretor, a invasão de sua sede, e seus funcionários estão com a autoestima abalada”.

“Se a oposição, quer, como quer, promover uma limpeza na Petrobras, o que devemos fazer em nome do interesse nacional é instalar essa CPI logo, até para satisfazer os maiores interessados que são o corpo técnico e os demais funcionários da empresa. Se não se limpar a Petrobras, ela não vai ter as condições de dar a volta por cima. Se se permitir que a corrupção que lá se instalou se enraíze e se alastre, a vaca vai para o brejo”, afirmou o líder do DEM.

Tags: federal, liminar, mandado, ministra, Petrobras, segurança, Senador, Tribunal

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.