Jornal do Brasil

Quarta-feira, 26 de Novembro de 2014

País

Motoristas e cobradores interditam rodovia de acesso ao centro de Brasília

Agência Brasil

Motoristas e cobradores da Viação Anapolina interditaram uma faixa da Epia Sul – uma das principais rodovias de acesso ao centro de Brasília, antes das 6h. As pessoas que seguiam para o centro enfrentaram 10 quilômetros de congestionamento.

Os rodoviários só liberaram a pista três horas depois, quando a Agência Nacional de Transporte Terrestre (ANTT) agendou uma reunião. A representante dos funcionários da Anapolina, Cláudia das Dores, conta que os salários e o auxílio-alimentação estão atrasados há mais de 2 meses. “Ninguém vai ficar trabalhando o tempo todo sem salário. O que está acontecendo é isso: estamos trabalhando sem resposta e sem salário. Os funcionários estão passando fome, passando necessidade”.

Os rodoviários denunciam que, desde terça-feira (8) as garagens da Anapolina estão fechadas. Segundo eles, a empresa alega falta de combustível para os veículos.

Com menos ônibus nas ruas, Valdeni Freitas, morador da Cidade Ocidental - município goiano a 45 quilômetros de Brasília, está saindo mais cedo de casa. “Eu peguei uma lotação para Valparaíso [município vizinho] depois tenho que tentar pegar outra lotação para chegar ao trabalho em Brasília”, conta o assistente administrativo.

Sem ônibus, a solução para muitos moradores do entorno é o transporte ilegal. Os carros piratas passam a todo momento nas paradas de ônibus na BR-040, rodovia que liga as cidades do entorno sul a Brasília.

Procurados pela reportagem, nenhum dos responsáveis pela Viação Anapolina atendeu às ligações.

Tags: congestionamento, DF, manifestação, protesto, transporte

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.