Jornal do Brasil

Sábado, 20 de Setembro de 2014

País

Após desabamento de tenda no DF, serviços serão retomados no sábado

Cerca de 120 cirurgias oftalmológicas previstas para esta quinta-feira foram canceladas

Agência Brasil

Com o desabamento da tenda da unidade móvel na qual eram realizadas consultas e cirurgias oftalmológicas, em Ceilândia (DF), distante cerca de 26 quilômetros de Brasília, 126 cirurgias previstas para esta quinta-feira (10) foram canceladas. Esses atendimentos e os que já estavam agendados para os próximos dias serão retomados no sábado (12). Desde o último dia 2, quando teve início o trabalho na chamada Carreta Oftalmológica, 2.095 cirurgias foram realizadas.

Minutos após o acidente, que ocorreu no início da tarde de desta quinta, 150 pessoas chegaram a ser avaliadas por equipes do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). Entre elas, havia idosos que tiveram crise nervosa. Dez pessoas com ferimentos foram direcionadas para a Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) localizada ao lado da tenda que desabou, ou para o Hospital Regional da Ceilândia. Duas tiveram fraturas e uma, problema cardíaco. Um dos feridos, cujo nome não foi divulgado pela Secretaria de Saúde do governo do Distrito Federal (GDF), teve que fazer cirurgia na tíbia e continua no hospital. As demais foram liberadas.

O secretário interino de Saúde do Distrito Federal, Elias Miziara, informou que as novas consultas e cirurgias serão realizadas no Ginásio Regional de Ceilândia. O secretário lamentou o acidente e disse que “o que aconteceu foi uma combinação muito rápida de um vento muito forte e de uma chuva muito forte”. Questionado sobre o uso de estruturas provisórias para atendimento à população, ele afirmou que elas não podem ser descartadas. “Essa carreta, assim como as outras existentes, buscam as populações mais carentes, com mais dificuldade de acesso, que muitas vezes moram em locais que não têm estruturas fixas”, defendeu.

A Administração Regional da Ceilândia informou que a empresa responsável para instalar os equipamentos apresentou toda a documentação necessária e por isso obteve a licença para fazê-lo. “Nós faremos a investigação depois de todo esse processo de perícia”, disse o governador do Distrito Federal, Agnelo Queiroz. A Defesa Civil informou que a conclusão do laudo técnico será apresentada em até 30 dias.

A equipe da Agência Brasil buscou entrar em contato com o Instituto Fábio Vieira, responsável pela montagem das caravanas, mas não conseguiu falar com os responsáveis. A assessoria da Secretaria de Saúde do Governo do Distrito Federal informou que o instituto repassou para outra empresa o trabalho de montagem da tenda, mas não soube indicar o nome da responsável.

Em fevereiro deste ano, outra tenda desabou, no Distrito Federal, após ser atingida por forte chuva e rajadas de vento. A estrutura havia sido instalada na Esplanada dos Ministérios para um simpósio sobre cultura popular. À época, a Administração de Brasília, responsável por autorizar eventos na capital federal, informou não ter concedido a licença necessária para a montagem da tenda.

Tags: atendimento, ceilândia, cirurgia, oftalmologia, tenda

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.