Jornal do Brasil

Domingo, 22 de Abril de 2018 Fundado em 1891

País

PT recorre ao STF para tentar impedir CPI da Petrobras

Jornal do Brasil

Em um novo capítulo da batalha política que o governo trava no Congresso Nacional, o PT protocolou nesta quarta-feira junto ao Supremo Tribunal Federal (STF) um mandado de segurança para tentar barrar a instalação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar exclusivamente a Petrobras. O movimento é uma resposta ao pedido feito pela oposição, na última terça-feira, para evitar a ampliação das investigações ao suposto cartel no Metrô de São Paulo, à construção do Porto de Suape e às obras da refinaria de Abreu e Lima, em Pernambuco.

A senadora Ana Rita (PT-ES), que assina o mandado, pede a suspensão da CPI até que o Supremo esclareça se assuntos diversos ao objeto inicial da comissão também podem ser investigados. Mais cedo, em outra frente, a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado definiu que a CPI da Petrobras será ampla, como pretende o governo, com a inclusão de denúncias de cartel no Metrô de São Paulo e do Distrito Federal e de irregularidades envolvendo o porto de Suape, entre outros temas sensíveis ao PSDB e ao PSB, patrocinadores da CPI e principais opositores da presidente Dilma Rousseff no cenário eleitoral de 2014.

Caso a ministra Rosa Weber, responsável pelas ações no Supremo, acate o pedido, que tem força de liminar, nenhuma CPI da Petrobras será instalada no Congresso até o julgamento do mérito da questão pela Corte.

Há dois pedidos de criação de CPI no Senado, um da oposição e outro da base aliada. Os oposicionistas querem uma comissão para investigar exclusivamente a Petrobras; já os governistas, uma CPI que, além da Petrobras, inclua a investigação de casos suspeitos em Estados administrados pela oposição, como São Paulo e Pernambuco.

Portal Terra


Tags: EUA, Petróleo, estatal, investigação, pasadena

Compartilhe: