Jornal do Brasil

Terça-feira, 25 de Novembro de 2014

País

MEC terá 10 mil escolas com programa inovador em 2014

Agência Brasil

O ministro da Educação, Henrique Paim, disse nesta quarta-feira (9) que o MEC tem a meta de chegar ao final de 2014 com 10 mil escolas que adotam o Programa Ensino Médio Inovador criado para apoiar e fortalecer propostas curriculares inovadoras nas escolas tornando o ensino mais dinâmico. Atualmente, 5 mil escolas adotam o método. Paim lembrou que o ensino médio é atualmente um grande desafio para a educação brasileira por concentrar a maior taxa de evasão e reprovação.

“Pactuamos com estados para que algumas escolas pudessem, a partir do financiamento do MEC, implantar metodologias inovadoras para fazer com que a escola possam implementar currículos diferenciados para o ensino médio para que possamos construir um redesenho curricular. O currículo envolve integração com a educação profissional, trabalha a relação com a comunidade, por exemplo”, explicou ao participar de audiência pública na Comissão de Educação e Cultura, do Senado.

O ministro disse que esse programa foi o embrião para o Pacto Nacional pelo Ensino Médio em que secretarias de educação estaduais e distrital assume o compromisso pela valorização da formação continuada de professores e coordenadores que atuam no ensino médio de áreas urbanas e rurais. O pacto tem a adesão de todos os estados, segundo Paim. “O pacto começa pela capacitação de professores. São em torno 600 mil no ensino médio”, disse.

A ampliação das escolas de período integral foi outro tema tratado pelo ministro da Educação. Segundo ele, o governo vem empreendendo esforços nesse sentido “De 2010 a 2013 tivemos um crescimento de 139% nas matrículas com jornada igual ou superior a 7 horas”. Paim lembrou que o Plano Nacional de Educação (PNE) prevê a expansão da oferta da educação integral a 25% dos alunos e 50% das escolas de educação básica. “Cremos que é factível cumprir a meta do PNE e até crescermos um pouco mais”, avaliou.

Tags: educação, ensino, inovação, Ministério, Plano

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.