Jornal do Brasil

Terça-feira, 21 de Outubro de 2014

País

Dilma recebe presidente do Goldman Sachs em audiência

Agência Brasil

A presidente Dilma Rousseff recebeu em audiência nesta quarta-feira (9) o presidente mundial do grupo Goldman Sachs, Gary Cohn. Eles conversaram sobre o andamento do Programa 10 Mil Mulheres, que capacita mulheres de todo o mundo para a gestão de negócios e administração de empresas. 

De acordo com Gary Cohn, mais de mil mulheres atendidas pelo programa são brasileiras. Criado em 2008, o programa é patrocinado pelo Goldman Sachs e busca apoio de instituições financeiras de grande porte.

Segundo Cohn, a segunda fase do 10 Mil Mulheres quer atrair investimentos de US$ 600 milhões e chegar, no futuro, a um público-alvo estimado em 100 mil mulheres. “Concordamos que é preciso criar crescimento econômico no mundo. Para isso, devemos nos concentrar nas pequenas e médias empresas, que são o veículo pelo qual a economia global vai crescer, e também a economia brasileira”, disse Cohn.

Ele também comentou as operações do Goldman Sachs em curso no país. “Estamos firmemente comprometidos em manter uma presença em escala global e, por extensão, aqui no Brasil. O tamanho da nossa capilaridade, nossa presença no Brasil, refletirá as oportunidades existentes”, disse Conh, após informar que sua organização participou ativamente das principais operações de mercado e não deixou de acompanhar os últimos lançamentos de ações públicas.

Ao ser perguntado se, na audiência com a presidente, foi discutida a situação atual da economia brasileira, ele disse que as oportunidades disponíveis para mulheres e o incentivo a pequenas e médias empresas ocuparam a maior parte do tempo. “[A presidente Dilma] discorreu sobre vários programas empreendidos pelo governo brasileiro em apoio a essas metas, nas áreas de educação, empreendedorismo, incentivos fiscais e afins. Nós mostramos como podemos nos coadunar com os programas e iniciativas do governo para fomentar uma meta compartilhada comum”, descreveu.

De acordo com a Fundação Getulio Vargas, que atua na formação de mulheres no Brasil, as inscrições para as turmas 12 e 13 do Programa 10 Mil Mulheres ficam abertas até 20 de maio. Os cursos de empreendedorismo e de serviços de apoio às empreendedoras terão duração de oito semanas, durante dois dias na semana, e são destinados àquelas que já têm algum negócio e ainda não tiveram acesso a cursos de administração.

Tags: economia, encontro, mulheres, planalto, presidente

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.