Jornal do Brasil

Sábado, 20 de Janeiro de 2018 Fundado em 1891

País

Câmara homenageia os 41 deputados cassados em 1964

Agência Câmara

Ato público na Câmara dos Deputados vai homenagear na quinta-feira (10) os 41 deputados federais cassados pelos Atos Institucionais 1 e 2, assinados no dia 10 de abril de 1964 pelo comando da recém-instalada ditadura civil-militar.

O evento promovido pela Comissão Parlamentar Memória, Verdade e Justiça, integrada à Comissão de Direitos Humanos e Minorias, será realizado às 11 horas, no Hall da Taquigrafia, no anexo 2.

A deputada Luiza Erundina (PSB-SP) lembrou que “com a cassação dos mandatos o regime militar perpetrou uma violência não somente contra o Parlamento, mas também contra o povo que elegeu esses representantes”.

O presidente da Comissão de Direitos Humanos e Minorias, deputado Assis do Couto (PT-PR), ao citar a importância da data, avaliou que “os primeiros atos depois do golpe trataram de cassar mandatos de representação popular, e isso não ocorreu por acaso”.

Cassações no regime militar

O Ato nº 2 da ditadura cassou os mandatos de 36 deputados, enquanto o Ato 1 cassou os direitos políticos de outros cinco, totalizando 41 deputados federais cujas representações populares foram tomadas em 10 de abril de 1964. Durante a ditadura civil-militar, 173 mandatos de deputados federais foram cassados por instrumentos arbitrários.

A homenagem aos deputados federais atingidos pelos primeiros atos do regime de exceção se insere nos eventos alusivos ao Ano Nacional da Memória, Verdade e Justiça, proclamado em ato assinado pelo presidente da Câmara, deputado Henrique Eduardo Alves. 

Deputados federais cassados em 10 de abril de 1964

1. Abelardo Jurema (PSD-PB)

2. Adahil Cavalcanti (PTB-CE) 

3. Almino Afonso (PTB-AM) 

4. Arthur Lima Cavalcanti (PTB-PE) 

5. Benedito Cerqueira (PTB-GB)

6. Bocayuva Cunha (PTB-RJ)

7. Costa Rego (PTB-PE)

8. Demistóclides Batista (PST – RJ)

9. Eloy Dutra (PTB-GB)

10. Fernando de Santanna (PSD-BA)

11. Ferro Costa (UDN-PA) 

12. Francisco Julião (PSB-PE) 

13. Garcia Filho (PTB-GB) 

14. Gilberto Mestrinho (PTB-RR) 

15. Hélio Ramos (PSD-BA) 

16. Henrique Oest (PSP-AL) 

17. João Dória (PDC-BA) 

18. José Aparecido (UDN-MG) 

19. Lamartine Távora (PTB-PE)

20. Leonel Brizola (PTB-GB)

21. Marco Antonio (PST-GB)

22. Mario Lima (PSB-BA)

23. Max da Costa Santos (PSB-GB) 

24. Milton Dutra (PTB-RS) 

25. Moysés Lupion (PSD-PR) 

26. Neiva Moreira (PSP-MA)

27. Océlio de Medeiros (PSD-PA) 

28. Ortiz Borges (PTB-RS) 

29. Paiva Muniz (PTB-RJ)

30. Paulo Mincarone (PTB-RS) 

31. Paulo de Tarso (PDC-SP) 

32. Pereira Nunes (PSP-RJ) 

33. Plínio Arruda Sampaio (PDC-SP) 

34. Ramon de Oliveira Neto (PTB-ES) 

35. Rogê Ferreira (PTB-SP) 

36. Roland Corbisier (PTB-GB) 

37. Rubens Paiva (PTB-SP) 

38. Sérgio Magalhães (PTB-GB)

39. Sylvio Macambira Braga (PSP-PA) 

40. Temperani Pereira (PTB-RS) 

41. Waldemar Alves (PST-PE)

Tags: CONGRESSO, cassacoes, ditadura, homenagens, parlamentares

Compartilhe: