Jornal do Brasil

Quarta-feira, 27 de Agosto de 2014

País

Ministérios vão investigar milícia no Minha Casa, Minha Vida

Agência Brasil

Na próxima terça-feira (8) será assinada uma portaria conjunta dos ministérios das Cidades e da Justiça, convidando os governos dos estados e municípios a colaborar com as inteligências e investigações da Polícia Federal (PF) e das polícias estaduais sobre denúncias de fraudes e de expulsão de famílias de imóveis populares de programas habitacionais, feitas por grupos criminosos.

Uma reunião preliminar ocorreu na tarde de hoje (4), na Secretaria de Estado de Segurança (Seseg), com participação do ministro das Cidades, Gilberto Occhi, e do presidente da Caixa Econômica Federal, Jorge Hereda, com o titular da Delegacia de Combate às Ações Criminosas Organizadas e Inquéritos Especiais (Draco/IE), Alexandre Capote, a delegada da PF Leila Quintanilha Vidal e a secretária Nacional de Segurança Pública, Regina Miki.

De acordo com Regina, a expectativa é unir forças para apurar as denúncias, “para que, com isso, possamos coibir a retomada de imóveis dentro dos empreendimentos habitacionais, sejam eles do [Programa] Minha Casa, Minha Vida ou de qualquer outro empreendimento”.

A secretária afirma que as denúncias estão sendo apuradas desde 2011, e diz que o Rio de Janeiro tem bons exemplos de investigação a serem levados para outros estados e municípios. “Nós estamos aqui no Rio buscando a expertise da retomada de territórios, que aqui já é feita, e também porque toda as investigações aqui tiveram resultado a contento. Então, essa é a razão [de termos feito essa reunião hoje], e terça-feira já teremos uma reunião aqui, de trabalho, com esse grupo”, adiantou.

O ministro Occhi afirma que o grupo de investigações vai começar os trabalhos pelo Rio de Janeiro. “O estudo de inteligência vai ser feito em função dessa portaria, que será assinada na próxima terça-feira, e vamos começar pelo Rio de Janeiro. [A inteligência] vai levar a identificarmos não só os locais, mas também a forma como as polícias vão atuar. É nesse grupo que serão adotadas todas as medidas possíveis da proteção que queremos fazer, não só dos territórios, mas também incluir aí alguns conjuntos do Minha Casa, Minha Vida”.

De acordo com ele, o programa de habitação federal tem 52 empreendimentos no estado do Rio de Janeiro, onde foram contratadas em torno de 190 mil unidades, das quais mais de 90 mil já entregues.

Tags: Cidades, criminosos, Governo, investigação, justiça

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.