Jornal do Brasil

Sábado, 2 de Agosto de 2014

País

PF estoura suposto 'escritório' contábil do PCC em Campinas

Portal Terra

A Polícia Federal cumpriu um mandado de busca e apreensão e estourou um suposto 'escritório' contábil da facção criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC) na manhã desta quarta-feira no bairro Santa Genebra, em Campinas (SP). A residência fica a cerca de 100 metros de um posto da Polícia Militar, próximo a um acesso à rodovia D. Pedro. A casa é ocupada pela família do traficante Danilo Augusto Drago, mas ninguém estava no local no momento da Operação Gaiola.

A ação começou ontem em Osasco, na Grande São Paulo, e Limeira, no interior do Estado. Hoje os policiais estiveram em Campinas, Piracicaba e na capital em cumprimento a outros 13 mandados. As investigações foram iniciadas há 10 meses.

Segundo a PF, Drago foi preso ontem na cidade de Limeira. Ele é considerado parceiro do traficante Rodrigo Felício, o Tico, nos negócios do tráfico de drogas na chamada 'Rota Caipira', no interior de São Paulo. Drago e Tico são ligados a membros do PCC, de acordo com levantamento da Polícia Federal.

Os dois traficantes são investigados pelos órgãos de inteligência de serem mentores de um suposto plano de sequestrar e matar o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB). No 'escritório' do PCC, os policiais encontraram documentos, computador e pen-drive. Todo o material foi recolhido e passará por perícia. 

Tags: ação, criminosa, facção, federal, polícia, SP

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.