Jornal do Brasil

Sábado, 2 de Agosto de 2014

País

Entidades fazem manifestação contra assédio sexual em metrôs e trens

Agência Brasil

O Levante Popular da Juventude e a Marcha Mundial das Mulheres fizeram hoje (2) uma manifestação dentro da Estação Sé, do metrô, na capital paulista, contra o assédio sexual nos vagões dos trens. Mulheres distribuíram panfletos e estenderam faixas nas proximidades das catracas de acesso à área de embarque e desembarque.

“Ninguém merece ser 'encoxada'. A gente quer mais metrô, quer mais qualidade no transporte público. Vagão exclusivo, a gente sabe que não vai solucionar os problemas. Nossa pauta é mais metrô, e que a gente seja respeitada enquanto mulher e com a roupa que a gente estiver vestida”, disse Laryssa Sampaio, do Levante Popular da Juventude, uma das organizadoras da manifestação.

A Companhia do Metropolitano (Metrô) informou, em nota, que repudia o assédio, e que está intensificando a fiscalização. “A companhia repudia o assédio, que é crime, e deve ser sempre combatido dentro ou fora do transporte público. Agentes uniformizados e à paisana continuarão atentos à ação de criminosos no sistema. A ajuda dos usuários, que testemunhem crimes dentro das dependências do metrô, é fundamental para que todos os passageiros tenham seus direitos respeitados”.

Tags: . polícia, abusos, prisões, SP, Transportes

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.