Jornal do Brasil

Segunda-feira, 1 de Setembro de 2014

País

Adiada votação de relatório da MP que prorroga Comissão da Verdade

Agência Câmara

Um pedido de vista coletivo adiou a votação do parecer do relator, senador Eduardo Lopes (PRB-RJ), sobre a  Medida Provisória (MP) 632/13, que prorroga por sete meses o prazo de funcionamento da Comissão Nacional da Verdade. A proposta também aumenta salários de servidores das agências reguladoras e de órgãos federais. A comissão mista que analisa a medida tentará votar o parecer no próximo dia 16.

O relator explicou que acatou emendas que criam cargos de natureza especial para o Ministério da Cultura e a que regulamenta a profissão de condutor de ambulância. A regulamentação (PL 7191/10) foi vetada pela presidente da República. Também foi concedida a jornada de trabalho de 30 horas semanais para os peritos médicos da Previdência Social.

A Lei 12.528/11, que criou a Comissão da Verdade, para examinar e esclarecer as violações de direitos humanos ocorridas durante a ditadura militar, previa a conclusão das atividades após dois anos de sua instalação, que seriam completados em maio de 2014. A MP altera essa lei e estende o funcionamento da comissão até 16 de dezembro. 

Tags: câmara, comissão, deputados, ditadura, votações

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.