Jornal do Brasil

Sexta-feira, 22 de Agosto de 2014

País

SP: operação apura extorsão de advogados contra prefeituras

Portal Terra

Uma operação conjunta da Corregedoria da Policia Civil, Ministério Publico Estadual e Polícia Militar (PM) cumpriu nesta terça-feira 12 mandados de busca e apreensão e deteve para averiguação três advogados em Campinas (SP).

Os promotores fizeram buscas na Delegacia Seccional de Campinas e no Departamento de Policia Judiciária do Interior 2  (Deinter 2), que funcionam em um mesmo endereço em prédios contíguos, de onde retiraram documentos e um computador.

O Ministério Público e a corregedoria ainda não se manifestaram oficialmente sobre os trabalhos que começaram por volta das 8h desta terça-feira. Não havia nenhuma entrevista agendada para hoje sobre os motivos da operação. 

Mas fontes da Policia Civil relataram que os advogados são suspeitos de tentativa de extorsão contra as prefeituras de Jaguariúna e Monte Mor. Ambas são limítrofes a Campinas. Um funcionário que atua dentro do Deinter e na Delegacia Seccional será investigado. Os documentos retirados dos prédios da policia poderia mostrar uma relação entre os envolvidos.

"Viemos nos inteirar do assunto", disse o presidente da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil), sessão de Campinas, Daniel Blikstein. De acordo com ele, a informação inicial é que os advogados são apontados como articuladores de troca de favores contra dois secretários de cidades vizinhas.

Várias viaturas da Policia Militar chegaram a se concentrar em frente à corregedoria da Policia Civil, na avenida Francisco Glicério, e congestionaram o transito. Os policias trouxeram caixas de documentos entre outras provas para fundamentar a operação.

Delegado do Deinter deixa o cargo 

A Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo divulgou nota nesta terça-feira sobre a saída do delegado Licurgo Nunes Costa do cargo de diretor do Deinter 2. O órgão abrange 38 cidades da região de Campinas que concentra perto de 3,5 milhões de habitantes. 

O Diário Oficial já oficializa a dispensa de Nunes Costa, que ocorreu a seu pedido. O delegado da 1ª Delegacia Seccional de São Paulo, Kléber Antônio Torquato Altale, foi designado como o novo diretor do Deinter 2. A secretaria afirma que as trocas de comando são meramente uma questão administrativa.

Tags: ação, advogados, Ministério, polícia, público

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.