Jornal do Brasil

Domingo, 23 de Novembro de 2014

País

Arena Corinthians recebe guarda-corpo em área interditada

Portal Terra

Um dia depois de ter dois setores interditados pela Delegacia Regional do Trabalho, a Arena Corinthians recebeu nesta terça-feira um equipamento de segurança para a colocação das arquibancadas provisórias. No sábado um operário caiu de uma altura de 8 m quando trabalhava no setor Sul das instalações e morreu.

O local está recebendo guarda-corpos (gradil que cria uma barreira entre a área de trabalho e o vão), mas segundo o advogado da Fast Engenharia, David Rechulski, este procedimento já estava previsto e não tem relação com o acidente. A empresa é a responsável pela instalação dos equipamentos provisórios para o estádio receber a Copa do Mundo.

O advogado ainda explicou que a interdição recebida na segunda se limita a ampliação da arquibancada, não afetando o trabalho na instalação de equipamentos de segurança. A liberação depende da documentação que será apresentada ao Ministério Público pela Fast Engenharia e não tem prazo para acontecer. “Queremos o mais rápido possível”, disse David Rechulski. Na manhã desta segunda engenheiros da companhia se reuniram para discutir as exigências feitas pelo DRT. 

Mais cedo, a reportagem do Terra presenciou que uma empresa contratada pela Fast para montar elevadores foi barrada na entrada das abras da Arena Corinthians. Tanto a empresa como o Corinthians, neste primeiro momento, minimizam o impacto deste novo problema no já bastante atrasado cronograma do estádio. Em 27 de novembro um guindaste cedeu em acidente que matou dois operário e interditou parte da obra por mais de um mês.

Tags: acidente, Copa, estádio, morte, Operário

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.