Jornal do Brasil

Sexta-feira, 24 de Outubro de 2014

País

Casa do coronel Ustra é alvo de manifestação em Brasília

Portal Terra

Um grupo fez na tarde desta segunda-feira, em Brasília, uma manifestação em frente à casa do coronel reformado Carlos Alberto Brilhante Ustra, condenado por envolvimento em crimes de tortura durante a ditadura militar. 

Manifestantes penduraram cartazes no portão da residência do ex-comandante do Centro de Operações de Defesa Interna do 2º Exército em São Paulo (DOI-Codi/SP), localizada no Lago Norte, área nobre de Brasília.

O "escracho", como é chamada a forma de protesto, foi organizado pelo grupo Levante Popular da Juventude. O grupo pintou no asfalto a frase "aqui mora um torturador", e pendurou cartazes com fotos de vítimas da ditadura no portão.

Em 2012, Brilhante Ustra foi condenado a pagar indenização de R$ 100 mil por ter participado e comandado seções de tortura que mataram o jornalista Luiz Eduardo Merlino, em 1971. No ano passado, em depoimento na Comissão da Verdade, o ex-comandante do DOI-Codi negou envolvimento em sessões de tortura.

Tags: ato, ditadura, institucional, MILITAR, tortura

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.