Jornal do Brasil

Terça-feira, 29 de Julho de 2014

País

Ricardo Berzoini é o novo ministro de Relações Institucionais

Ele assume o cargo no lugar de Ideli Salvatti, que vai para a Secretaria de Direitos Humanos

Jornal do Brasil

A presidente Dilma Rousseff anunciou nesta sexta-feira, 28 de março, mudanças no ministério. A ministra-chefe da Secretaria de Direitos Humanos, Maria do Rosário, está deixando o governo para participar das eleições. A pasta passará a ser ocupada pela ministra Ideli Salvatti, que deixa a Secretaria de Relações Institucionais (SRI). Para ocupar a SRI, a presidenta convidou o deputado federal Ricardo Berzoini (PT-SP).

A posse dos ministros Ideli Salvatti e Ricardo Berzoini será na terça-feira (01/04), às 11h, no Palácio do Planalto. As transmissões ocorrerão nos seus respectivos ministérios.

A presidente agradeceu a dedicação, competência e lealdade de Maria do Rosário ao longo de seu governo e tem certeza de que ela continuará dando sua contribuição ao país.

O deputado federal Ricardo Berzoini é filiado ao PT desde 1980. No primeiro governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, foi ministro de duas pastas: Previdência e Assistência Social, e Trabalho e Emprego. Entre 2005 e 2010, Berzoini foi presidente nacional do PT, partido do qual já foi vice-líder na Câmara. Funcionário de carreira do Banco do Brasil desde 1978, o novo ministro tem curso superior incompleto de engenharia.

À frente da Secretaria de Relações Institucionais desde junho de 2011, Ideli Salvatti está no primeiro mandato de senadora. No Senado, atuou como líder do PT e do bloco de apoio ao governo, e como líder do governo no Congresso. Antes de assumir a Secretaria de Relações Institucionais, Ideli foi ministra da Pesca e Aquicultura nos primeiros meses do governo Dilma. Antes de ser senadora, foi deputada estadual de Santa Catarina por dois mandatos.

No dia 30 de janeiro, Dilma Rousseff anunciou as primeiras mudanças no seu ministério. A ministra-chefe da Casa Civil, Gleisi Hoffmann, e o ministro da Saúde, Alexandre Padilha, deixaram seus cargos.

Para a chefia da Casa Civil, a presidente indicou o ministro da Educação, Aloizio Mercadante. O novo ministro da Saúde é Arthur Chioro. O novo ministro da Educação é José Henrique Paim Fernandes, que era secretário-executivo do Ministério.

Quem assume o MEC é o secretário-executivo da pasta, José Henrique Paim. 

Tags: berzoini, cargos, ministros, posse, transferência

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.