Jornal do Brasil

Quinta-feira, 23 de Outubro de 2014

País

Jovem que fingia ser policial civil é preso no Espírito Santo

Portal Terra

Um homem de 25 anos que fingia ser policial civil e agente penitenciário foi preso em fragrante na quinta-feira em Linhares (ES). O jovem foi detido dentro da Penitenciária Regional do município por policiais civis da 16ª Delegacia Regional de Linhares e agentes penitenciários. 

Com ele foram apreendidas roupas com emblemas da Polícia Civil do Estado, um colete balístico, algemas, uma lanterna, gás de pimenta, uma pistola de pressão, uma carteira falsificada da Secretaria de Justiça (Sejus) e roupas com emblemas da mesma secretaria. 

De acordo com o delegado Fabrício Lucindo, o rapaz esteve momentos antes na delegacia, onde conversou com policiais civis, tentando fazer amizade. “Os policiais desconfiaram do suspeito e começaram a investigá-lo. Após descobrirem que ele morava no bairro Bebedouro, iniciaram as buscas e localizaram o jovem dentro do presídio, conversando com agentes penitenciários", informou o delegado.

Depois de detido, o suspeito foi conduzido à delegacia, onde confessou que usava as roupas da Sejus e fingia ser agente penitenciário há mais de um ano. "Ele disse que todos realmente acreditavam que ele era um agente, incluindo seus parentes, amigos, vizinhos e noiva. Ele falava para todos que estava trabalhando no Centro de Detenção Provisória (CDP) de Colatina, em escala de 24 por 72 horas", disse o titular.

Durante o depoimento, o rapaz informou que fazia abordagens no bairro Bebedouro, em Linhares. "Ele contava detalhes de ocorrências que aconteciam dentro da PRL, tudo com intuito de convencer as pessoas de que ele realmente trabalhava como agente. Como viu que todos acreditavam nele, no mês de fevereiro deste ano, começou a falar que tinha entrado para a Polícia Civil, usando roupas operacionais em seu dia a dia e dizendo que trabalhava na 15ª Delegacia Regional de Colatina", afirmou Lucindo.

Na casa do suspeito foram encontradas também várias peças de roupas e uniformes da Sejus. O jovem foi encaminhado à PRL onde responderá por estelionato, uso de documento falsificado, usurpação de função pública e posse proibida de equipamento. 

Tags: Civil, ES, falso, Policial, prisão

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.